Banco Central revela que sistema de pagamento instantâneo se chamará 'Pix'

Roberto Campos Neto, presidente do órgão, confirmou intenção de lançar o serviço que pode substituir DOCs e TEDs em 2020

Renato Santino 13/02/2020 21h20
Salário e Dinheiro
A A A

No ano passado, o Banco Central anunciou seus planos para um novo sistema de pagamentos e transferências instantâneas que poderia substituir os DOCs e TEDs. Agora, Roberto Campos Neto, presidente do órgão, abriu o jogo pelo menos em relação ao nome do serviço, que se chamará “Pix”.


O anúncio foi feito durante entrevista à rede de TV Globonews na noite de quarta-feira (12). Na ocasião, Campos Neto afirmou que o BC havia decidido pelo nome ainda naquele mesmo dia, e que a projeção de lançamento era para o fim de 2020.

A ideia do Pix será facilitar as transferências entre bancos. Hoje, os TEDs são a opção mais rápida, processados ainda no mesmo dia, mas ainda não é um processo instantâneo, enquanto os DOCs só são concluídos após um dia útil.

O Pix, por sua vez, se baseará em QR Codes para permitir as transferências instantâneas. O sistema também será capaz de proporcionar mais agilidade no pagamento de boletos, cujo processamento pode demorar até três dias úteis, mas devem ser feitos de forma imediata.

Campos Neto também foi questionado sobre outros detalhes, mas afirmou que não. Ele ainda afirmou que sequer sabia se poderia revelar que o nome do sistema será Pix, mas acabou revelando de qualquer forma.

pagamento eletrônico pagamento banco central pagamentos instantâneos
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você