Claro

Claro é condenada a pagar R$20 mil a cliente que teve WhatsApp clonado [atualizado]

Redação Olhar Digital 06/08/2019 10h08
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Cliente teve seu número clonado duas vezes e suas conversas no WhatsApp invadidas

Claro terá que indenizar uma cliente que teve seu número clonado duas vezes no WhatsApp em R$20 mil. Segundo o Tribunal de Justiça Estado de São Paulo (TJ-SP), a operadora falhou em prestar o serviço oferecido e causou danos à cliente em questão. 


A cliente, de acordo com os autos, teve seu celular invadido em setembro de 2018. O fraudador utilizava o WhatsApp para pedir dinheiro aos contatos e ler históricos de conversa. Quando a invasão foi descoberta, a Claro aconselhou que a cliente mudasse de linha, porém, mesmo após a troca, o número antigo continuou ativo e o novo número também foi clonado.

Os contatos da cliente, portanto, seguiam recebendo mensagens do invasor e, por isso, a alegação de que a Claro não prestou bem seu serviço e gerou danos ao acususador foram aceitas. Primeiramente, a multa seria de R$5 mil, porém, a cliente pediu majoração para R$30 mil. Por fim, o TJ-SP optou por fechar a indenização em R$ 20 mil.

Em nota, a Claro informou que não comenta sobre decisões judiciais. 

Fonte: Convergência Digital

Celulares Serviços Claro Whatsapp operadoras smartphone indenização clonagem falha de segurança multa
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você