Correios aumentam preço de frete por PAC e Sedex acima da inflação

É o segundo reajuste no custo de envio de encomendas neste ano

Renato Santino 17/10/2019 14h00
Correios
A A A

Está pensando ou comprar ou vender algum produto pela internet? Espere um frete mais caro. Isso por que os Correios anunciaram um novo aumento nos custos de seus serviços de encomendas postadas por pessoas físicas, atingindo o PAC e o Sedex. O reajuste médio foi de 6,34%.


Os valores foram alterados nesta segunda-feira (14) e a informação confirmada pelos Correios na terça (15). O reajuste vale para todos os serviços Sedex, incluindo Sedex Hoje, Sedex 10 e Sedex 12. A estatal não informa qual foi o reajuste médio para cada uma das modalidades.

"A tabela de serviços de Encomendas para postagens do varejo, ou seja, pessoa física, foi reajustada com uma média ponderada de 6,34%. O índice é uma média nacional, que varia de acordo com o tipo de postagem, origem e destino. A atualização dos preços ocorre para equilibrar o impacto dos custos na prestação dos serviços. Destacamos que esse reajuste não se aplica aos clientes que possuem contratos com os Correios", diz o comunicado da estatal enviado ao site G1.

Vale a pena notar que o reajuste está consideravelmente acima da inflação, que é de apenas 2,89% acumulados nos últimos 12 meses, e que não é o primeiro aumento de custos anunciado pelos Correios neste ano. Em janeiro, a estatal havia anunciado um aumento de 8,03% nos custos de envio de encomendas, que passou a valer em março.

comércio eletrônico correios
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você