Facebook vai atuar para recrutar voluntários para as eleições dos EUA

Mark Zuckerberg usou a própria rede social para anunciar medidas que contribuem com o processo eleitoral norte-americano

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 14/09/2020 20h54
Eleitora dos EUA
A A A

Em publicação em sua página na última sexta-feira (14), Mark Zuckerberg anunciou que o Facebook vai ajudar a atrair voluntários para as eleições norte-americanas. Segundo o executivo, por causa da pandemia, o número de funcionários para as sessões eleitorais está bem escasso, por isso a rede tomou algumas iniciativas para contribuir com o pleito.


Entre as medidas adotadas pelo Facebook está a inclusão de uma notificação, no topo do feed de notícias, convidando os usuários para atuar no processo eleitoral. Zuckerberg afirmou que esse aviso só vai aparecer para quem mora nos EUA e tem mais de 18 anos.

Além disso, o Facebook vai ajudar a justiça eleitoral a conquistar mais trabalhadores por meio de posts patrocinados. “Também oferecemos créditos de anúncios gratuitos a todas as autoridades eleitorais estaduais para que possam recrutar funcionários eleitorais em nossas plataformas”, afirmou Zuckerberg.

Outra iniciativa da plataforma envolve seus próprios funcionários. De acordo com a postagem, a empresa vai oferecer uma folga remunerada a todos os trabalhadores que quiserem trabalhar nos dias das eleições.

O CEO também anunciou que ele, pessoalmente, fez doações para causas políticas: “Priscilla [sua esposa] e eu doamos 300 milhões de dólares a organizações não-partidárias que apoiam estados e condados locais para fortalecer nossa infraestrutura de votação”.

“Estamos fazendo tudo o que podemos para ajudar o maior número possível de pessoas a se registrar e ter suas vozes ouvidas nas urnas. Votar é voz e, em uma democracia, é a melhor maneira de responsabilizar nossos líderes e garantir que o país siga na direção que desejamos”, concluiu o CEO do Facebook.

As eleições de 2020 nos Estados Unidos devem acontecer em 3 de novembro e vai escolher o próximo presidente dos país para um mandato de 4 anos. Estão na disputa o democrata Joe Biden e o republicano e atual presidente, Donald Trump

Facebook vai pagar para usuários deixarem a rede

Para uma pesquisa sobre o impacto das redes sociais na democracia, o Facebook vai pagar para usuários deixarem a plataforma durante o período eleitoral americano. A informação foi divulgada no início deste mês pelo jornal Washington Post e confirmada pela rede social posteriormente.

A estimativa é que, em média, 300 mil pessoas aceitem participar da pesquisa e, para isso, elas receberão entre 10 e 20 dólares por semana pela participação, dependendo do tempo que o usuário aceite desativar a conta. Conforme divulgou o Olhar Digital, o Facebook disse que não pretende divulgar os dados do estudo até, pelo menos, metade de 2021, bem depois das eleições.

Via: TechCrunch

Facebook EUA Mark Zuckerberg eleições 2020 voluntários
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você