Renegociação dívidas SPC

Feirão online de renegociação de dívidas do SPC começa nesta semana

Vinicius Szafran, editado por Matheus Luque 19/11/2019 16h47
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Entre os dias 21 de novembro e 15 de dezembro, será possível renegociar as dívidas em atraso pelo site do SPC

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) realiza um feirão online de renegociação de dívidas a partir da próxima quinta-feira (21), disponível em 11 capitais e mais quatro cidades do interior do país, para que milhões de brasileiros comecem o ano com o "nome limpo". Mais de 120 empresas participam do programa.


Os consumidores endividados poderão negociar um desconto que pode chegar a até 90% do valor da dívida, a possibilidade de um parcelamento maior ou um novo prazo para quitar o débito. Entre as empresas que aderiram ao programa estão bancos, consórcios, operadoras de telefonia, supermercados, construtoras e empresas do comércio e ramo de serviços.

Do dia 21 deste mês até o dia 15 de dezembro, o serviço estará disponível nas capitais São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Rio Branco (AC), Teresina (PI), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Cuiabá (MT), Recife (PE), Goiânia (GO), São Luís (MA) e Manaus (AM). As cidades do interior do país que participam são Feira de Santana (BA), Ibirité (MG), Pato Branco (PR) e Santo Antônio da Platina (PR).

Brasileiros interessados em condições especiais para regularizar suas dívidas em atraso precisam fazer um cadastro no site do feirão. Nele, é possível verificar se a empresa para a qual o consumidor está devendo aderiu ao programa.

Após receber a confirmação de autenticidade de seu cadastro, o comprador tem a opção de consultar gratuitamente seu CPF, para checar se há pendências e se elas estão disponíveis para renegociação dentro do próprio site. Também é possível acompanhar o andamento da negociação de forma online, realizar o download do boleto com as novas condições ofertadas pelo credor e ser lembrado quando estiver perto do próximo vencimento.

Dados do SPC Brasil mostram que o volume de consumidores com contas em atraso cresceu 1,58% no último mês de outubro na comparação com o ano passado. A maior parte das dívidas em aberto (53%) está ligada a instituições financeiras. Já o comércio responde por 17% do total, enquanto o setor de comunicação representa 12% e as contas de água e luz, 10%.

Via: SPC Brasil

Brasil Negócios Online dívidas feira spc
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você