Google Chrome

Google anuncia que fará uma faxina na Chrome Web Store em agosto

Rafael Rigues, editado por Fabiana Rolfini 01/05/2020 12h41
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Extensões de baixa qualidade, que tentam enganar os usuários ou violam o novo conjunto de regras, serão removidas a partir de 27 de agosto

O Google anunciou no blog do Chrome que fará uma verdadeira faxina na Chrome Web Store em agosto, para combater “spammers e fraudadores introduzindo extensões de baixa qualidade ou que tentam enganar os usuários para que as instalem, em busca de lucro rápido”.


Quaisquer extensões do Chrome que violem um novo conjunto de regras, que passa a valer a partir de 27 de agosto, poderão ser removidas ou desativadas. São elas:

  • Desenvolvedores e seus afiliados não devem publicar na Chrome Web Store extensões que forneçam uma experiência ou funcionalidade duplicadas. Ou seja, se você desenvolver uma extensão que duplica exatamente os recursos de outra que já existe (um clone), ela será rejeitada
  • Extensões não devem ter metadados enganosos, formatados de forma imprópria, não descritivos, irrelevantes, excessivos ou inapropriados, incluindo mais não limitados à descrição, nome do desenvolvedor, título, ícone, screenshots e imagens promocionais. Os desenvolvedores devem fornecer descrições claras e bem escritas. Testemunhos e reviews anônimos na descrição do app não serão permitidos.
  • Desenvolvedores não devem tentar manipular a posição de suas extensões no ranking da Chrome Web Store. Isso inclui, mas não é limitado a, inflar avaliações de seus produtos, reviews ou quantidade de instalações por quaisquer meios considerados ilegítimos, como downloads, review e avaliações fraudulentos ou incentivados.
  • Extensões que tem como único propósito instalar ou lançar outro app, tema, página da web ou extensão não são permitidas.
  • Extensões que abusam, ou são associadas ao abuso, do sistema de notificações enviando spam, anúncios, promoções, tentativas de phishing ou mensagens não solicitadas que prejudicam a experiência de navegação do usuário não serão permitidas. Extensões que enviam mensagens em nome do usuário, sem permitir que o usuário confirme o conteúdo ou destinatários também não serão permitidas.

Reprodução

As novas medidas são detalhadas na página Developer Program Policies no site do Chrome para desenvolvedores. Segundo a empresa “queremos ter certeza de que o caminho do usuário na descoberta de uma extensão na Chrome Web Store é claro e informativo, e não cheio de clones, recursos enganosos ou reviews e avaliações falsos”.

Recentemente o Google vem tomando uma série de medidas contra desenvolvedores que tentam enganar ou prejudicar os usuários. Em fevereiro, a empresa baniu 600 apps do Google Play por violação nas regras de veiculação de anúncios. 

Fonte: Google

Google Chrome google chrome extensão extensões
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você