Google não toma nenhuma ação para coibir mais de 99% da 'pirataria', dizem editoras

Quase 100% das reclamações são destinados ao Internet Archive, uma biblioteca digital que reúne sites, softwares, jogos de videogame, músicas, filmes e milhões obras literárias

Da Redação, editado por Cesar Schaeffer 24/07/2020 06h00
Google
A A A

Dados publicados pelo Google mostram que 99,2% das reclamações contra a Internet Archive (IA) resultam em 'nenhuma ação tomada', com apenas 0,1% das reclamações resultando em algum tipo de remoção. As informações são do Torrent Freak.


O IA é um recurso massivo de conteúdo para qualquer métrica. Como uma biblioteca, fornece acesso gratuito a pesquisadores, historiadores, acadêmicos, pessoas com deficiência e o público em geral. Além de sua Wayback Machine, que arquiva 330 bilhões de páginas, também opera um enorme repositório de mídia. Atualmente, oferece 20 milhões de livros e textos, 4,5 milhões de gravações de áudio (incluindo 180.000 concertos ao vivo), 4 milhões de vídeos (incluindo 1,6 milhão de programas de notícias televisivas), 3 milhões de imagens e 200 mil programas de software.

As reclamações são tratadas pela equipe de abuso da plataforma e seu agente registrado da DMCA, mas alguns detentores de direitos autorais acessam o Google, esperando que o gigante das buscas elimine URLs de IA de seus índices. Ainda conforme os dados mais recentes disponibilizados pela empresa, o domínio 'Archive.org' recebeu 10.840 solicitações de exclusão de listas feitas, cobrindo 100.075 URLs.

ia-google-stats-1536x921.pngO domínio Archive.org recebeu 10.840 solicitações de exclusão de listas feitas, cobrindo 100.075 URLs. Foto: Reprodução

Conforme a imagem, na maioria dos casos o Google não toma nenhuma ação em resposta a 99,2% das reclamações recebidas, marcando-as claramente como "nenhuma ação tomada", e outros 0,6% das reclamações são rejeitadas por serem pedidos duplicados. Algumas reclamações estão marcadas como pendentes, o que significa que, de todas as reclamações, apenas 0,1% resultam na exclusão do conteúdo.

O Torrent Freak acredita que mesmo com os enormes recursos a sua disposição, o Google não está em posição de verificar a validade de todas as queixas. Pois nem todas as reclamações enviadas, até por gigantes da indústria como Springer Nature, Viacom, Macmillan, RIAA, Warner Bros., SiriusXM, Adobe, Paramount, Disney e outras centenas, foram atendidas. Elas encontram-se disponíveis no Lumen Database.

Com isso, para o site parece inútil enviar reclamações sobre o Internet Archive para o Google, pois suas próprias estatísticas revelam que em apenas uma minoria de casos ele age sobre elas. Sendo assim, é melhor que os detentores de direitos autorais enviem reclamações diretamente para o próprio site, segmentando corretamente o conteúdo.

 

 

 

Google Disney Warner internet archive
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você