Protestos

Governo do Líbano cancela taxa sobre chamadas no WhatsApp

Matheus Luque 18/10/2019 10h01
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Taxa de 20 centavos foi cancelada após protestos violentos pelo país

O governo do Líbano voltou atrás em seu plano de cobrar uma taxa em chamadas de voz no WhatsApp, após grandes protestos por todo o país. A medida foi anunciada ontem pelo Ministro das Telecomunicações, Mohamed Choucair, como possível solução para aumentar a receita do governo.


A cobrança seria de 20 centavos de libra libanesa, o equivalente a R$ 0,83, por dia para ligações feitas pelo aplicativo e por outros apps que usem a tecnologia Voip, que possibilita chamadas pela internet.

Poucas horas depois do estabelecimento da cobrança o cancelamento foi anunciado, após manifestantes se reunirem em frente à sede do governo no cento da capital Beirute, logo após terem bloqueado estradas com pneus queimados e marchado pela cidade.

Mesmo com a revogação, o clima no país ainda é tenso, manifestantes bloquearam estradas no norte, no sul e no vale de Bekaa. O movimento também pede que o premiê Saad Hariri deixe o poder.

Um dos manifestantes afirmou: "Somos um povo unido contra o Estado. Queremos que caia".

O Líbano é um dos países mais endividados do mundo, o desemprego entre os menores de 35 anos chega a 37%. As medidas implantadas para consertar as finanças estão se provando ilusórias.

O país foi fortemente abalado por uma guerra civil entre 1975 e 1990, o que causou uma dívida que segue sendo o grande problema econômico do país. 

O diário al-Akhbar declarou o movimento de protestos como "a revolução do WhatsApp".

 

Via: Folha

 

 

Whatsapp protestos líbano taxa
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você