huawei

Huawei tem um plano B caso rompa relações com os EUA (e o Google): um sistema operacional mobile próprio

Redação Olhar Digital 12/03/2019 08h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Desenvolvimento do software para smartphones foi confirmado pelo CEO da companhia chinesa, Richard Yu

As constantes disputas entre a Huawei e o governo dos EUA, escalonadas a níveis preocupantes, com ataques para todos os lados, têm criado problemas não apenas na entrada da empresa chinesa nos mercados onde ela vender sua infraestrutura 5G. Com as relações cada vez mais desgastadas com o governo de Donald Trump, a empresa também já trabalha com a hipótese de ter problemas com outros parceiros norte-americanos, como a fabricante de chips Qualcomm e também o Google, que desenvolve o sistema operacional Android, ambos norte-americanos. Mas a gigante chinesa parece não estar preocupada – e isso porque já tem o seu próprio plano B. 


Os rumores de que a Huawei estaria desenvolvendo um sistema operacional próprio para smartphones, para se tornar independente do Android em caso de embargos comerciais, são, de fato, uma realidade. A companhia chinesa trabalha em uma plataforma para dispositivos móveis e até para computadores pessoais, nicho em que, atualmente, o Windows 10 domina e cuja parceria com a Microsoft pode ser encerrada em caso de (extrema) necessidade. 

A existência deste sistema foi confirmada pelo CEO da Huawei, Richard Yu. Em entrevista ao jornal alemão Welt, ele afirma: “Nós preparamos nosso próprio sistema operacional. Se por acaso ocorrer uma situação em que não poderemos mais usar esses sistemas [Android e Windows], estaríamos preparados. Esse é o nosso plano B. Mas, é claro, preferimos trabalhar com os ecossistemas do Google e da Microsoft.”

Não é a primeira vez que uma fabricante toma ações preventivas antecipando um corte de relações cordiais com o Google, responsável pelo Android. A Samsung também já desenvolveu seu próprio sistema operacional, o Tizen, uma plataforma baseada no Linux, que está em desenvolvimento perpétuo e que já é usado em vários dispositivos do seu catálogo.

Assim, a alternativa da Huawei já existe. Seria, portanto, um software multiplataformas, semelhante à dupla Android e Chrome OS. É claro que a empresa chinesa gostaria de manter intactos seus relacionamentos com o Google, mas, caso os Estados Unidos resolvam fechar as portas, a companhia possui uma carta na manga para reagir. Quão rápido? Difícil saber.

Android Sistema Operacional Huawei EUA
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você