Touch ID

iPhone poderá ter um sensor de impressão digital na tela em 2021

Bruna Lima, editado por Alvaro Scola 05/08/2019 09h48
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Segundo um analista da indústria, a tecnologia complementará o Face ID e oferecerá mais segurança ao usuário

A Apple está planejando a reintrodução do Touch ID com um sensor de impressão digital sob a tela de seus iPhones de 2021, afirmou uma nova reportagem do analista da indústria Ming-Chi Kuo. O analista diz que a tecnologia será usada junto com o reconhecimento facial (Face ID) da Apple, e que os dois métodos de segurança complementarão um ao outro para oferecer uma experiência unificada.


Os sensores de impressão digital na tela já existem há algum tempo, tendo aparecido pela primeira vez no X20 Plus UD da Vivo no início do ano passado. A Apple pode estar trabalhando na tecnologia desde 2017, quando registrou sua própria patente para um sensor de impressões digitais sob a tela, mas que até agora não incorporou a tecnologia em seus telefones. Acredita-se que as limitações das atuais tecnologias de sensores de impressão digital na tela sejam responsáveis por isso, entre elas maior consumo de energia, um pequeno tamanho da área de detecção, módulos de detecção espessos e dificuldades na produção.

Kuo alega que muitos desses problemas terão sido superados em 2021, quando a Apple provavelmente usará uma solução ultrassônica para detecção de impressões digitais, similar à da Qualcomm e já usada em aparelhos como o Samsung Galaxy S10.

Além de ser usada no iPhone, Kuo também sugere que a tecnologia poderia ser mais adequada para o Apple Watch do que o Face ID, embora a Apple não tenha planos de incorporá-la. O Apple Watch atualmente não inclui nenhuma forma de segurança biométrica e depende de um código PIN.

Potencialmente, unificar os sistemas de segurança Touch ID e Face ID dá a ideia de algum tipo de autenticação biométrica de dois fatores, o que significa que um hacker em potencial teria que imitar seu rosto e sua impressão digital para obter acesso ao telefone. Hackers conseguiram driblar a Touch ID em até 24 horas após o lançamento original da tecnologia.

Embora Kuo tenha um bom histórico de previsão dos desenvolvimentos futuros da Apple, qualquer previsão como essa não pode ser confirmada - especialmente porque diz respeito a produtos que estão a mais de dois anos de lançamento. A tecnologia pode não prosseguir tão rapidamente quanto a Apple espera, e existem várias outras razões pelas quais a empresa pode mudar seus planos.

Via: The Verge

iPhone Apple biometria Smartwatch apple watch watchOS Face ID Touch ID
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você