Johnson & Johnson pode ter vacina para Covid-19 no início de 2021 com capacidade de produzir até um bilhão de doses

Produção será feita nos EUA, que financiou em US$ 421 milhões a expansão na produção da empresa. Testes em humanos serão realizados em setembro - e se der certo, vacina estará pronta em 2021

Renato Mota, editado por Cesar Schaeffer 30/03/2020 13h03
Coronavírus
A A A

Com um investimento que chega a US$ 1 bilhão, a Johnson & Johnson anunciou que pretende ampliar sua capacidade de fabricação para produzir mais de 1 bilhão de doses de uma vacina que está sendo testada para interromper a pandemia novo coronavírus.


Embora os testes em humanos da vacina escolhida pela empresa (além de outros dois backups) estejam programados para setembro, a empresa quer começar sua preparação de agora: "essa é a única opção para chegarmos a tempo", explicou o diretor científico da J&J, Paul Stoffels, em entrevista à Reuters.

Será um tiro no escuro, mas se der certo a empresa poderá iniciar o preparo da vacina já em 2021 - muito mais rápido que o período de 18 meses típico para vacinas serem testadas, aprovadas e depois fabricadas. Atualmente, a empresa possui uma fábrica na Holanda que pode produzir até 300 milhões de doses da vacina, disse Stoffels, acrescentando que "não será suficiente para todo o mundo".

Do total do investimento, US$ 421 milhões virão do governo dos Estados Unidos, onde a fábrica será construída para produzir as vacinas até o final do ano, quando os dados de seus ensaios clínicos mostrarão se ela de fato funciona. Stoffels disse que a J&J também está procurando por fábricas em outras partes da Europa e Ásia capazes de produzir o tipo de vacina em que a empresa está trabalhando.

A vacina escolhida, que vem sendo desenvolvida desde janeiro, será baseada na mesma tecnologia usada para fabricar a vacina contra o Ebola, que tem sido amplamente usada em pessoas. Em estudos de laboratório, o candidato a vacina produziu fortes anticorpos neutralizantes contra o vírus - o tipo necessário para obter um resultado bem-sucedido.

Via: Reuters

Medicina Ciência estados unidos vacinação vacina covid19
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você