Padrão de código aberto para casas inteligentes será lançado em 2021

Projeto anunciado em dezembro de 2019 envolve Google, Amazon e Apple

Vinicius Szafran, editado por Daniel Junqueira 08/09/2020 18h06
Casa inteligente
A A A

O Project Connected Home over IP - ambiciosa tentativa de reunir Google, Amazon, Apple e Zigbee Alliance com uma plataforma de casa inteligente unificada e de código aberto - postou uma nova atualização sobre o projeto, a maior desde sua revelação. O grupo anunciou que o trabalho ainda está em andamento e tem como meta uma versão 2021, junto com a primeira ideia clara de quais dispositivos o padrão deve usar.


O projeto ainda fornecerá uma "especificação preliminar" para o novo padrão até o fim deste ano, com lançamento completo previsto para 2021, de acordo com a publicação da Zigbee Alliance (um grupo que inclui Ikea, Samsung SmartThings e Signify/Philips Hue como membros do conselho).

Além disso, o anúncio esclarece com quais tipos de dispositivos domésticos inteligentes o Project Connected Home over IP pretende trabalhar. Não só a lista de empresas envolvidas é enorme, o número de categorias de dispositivos é tão grande quanto: "iluminação e elétrica (por exemplo, lâmpadas, luminárias, controles, plugues, tomadas), controles de HVAC (termostatos, unidades de ar-condicionado), controles de acesso (travas de portas, portas de garagem), segurança e proteção (sensores, detectores, sistemas de segurança), coberturas/cortinas de janela, TVs, pontos de acesso, pontes e outros". Basicamente, isso significa quase todos os tipos de dispositivos inteligentes importantes para se ter em uma casa. O grupo também já começou a explorar a integração de "produtos eletrônicos de consumo adicionais".

Reprodução

Projeto une gigantes da tecnologia para padronizar uma plataforma de dispositivos domésticos inteligentes. Imagem: Reprodução/iStock

O Project Connected Home over IP foi anunciado em dezembro de 2019 como um padrão unificado que facilitaria aos desenvolvedores a criação de hardwares inteligentes domésticos. O objetivo do projeto é garantir que os futuros dispositivos inteligentes sejam capazes de facilmente adicionar suporte para todos os três principais assistentes de voz (Siri da Apple, Alexa da Amazon e Google Assistente) de uma única vez. Essa funcionalidade facilitará a instalação e configuração de dispositivos domésticos inteligentes com seu sistema preferido.

Google investe US$ 450 mi em segurança para casas inteligentes

O Google investirá US$ 450 milhões na fornecedora de soluções de segurança e automação ADT, que venderá e instalará produtos da linha de smart home Nest. Como parte do investimento de longo prazo – que está concedendo à gigante da internet uma participação de 6,6% na empresa sediada na Flórida – serão criados produtos inteligentes de segurança residencial.

As duas empresas também comprometeram US$ 150 milhões cada para desenvolvimento de produtos e investimentos em tecnologia e treinamento de funcionários. "Com o tempo, os dispositivos Nest, equipados com os recursos de aprendizado de máquina do Google, aprimorarão o monitoramento de segurança da ADT e se tornarão a pedra angular da oferta de casa inteligente da empresa", avalia o vice-presidente da Nest, Rishi Chandra.

Via: The Verge

Google Apple Amazon Siri casa inteligente google assistente alexa dispositivos inteligentes
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você