Neve verde na Antártica

Polo Sul está se aquecendo três vezes mais rápido que o resto do mundo

Rafael Rigues 30/06/2020 10h42
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Cientistas analisaram dados colhidos por estações meteorológicas nos últimos 60 anos. Temperatura está subindo 0,6 ºC por década, três vezes a média global

Uma equipe de cientistas da Nova Zelândia, Grã-Bretanha e Estados Unidos descobriu que o Polo Sul está se aquecendo em uma velocidade três vezes maior do que o restante do planeta nas últimas três décadas. A descoberta foi feita analisando dados climáticos da região, coletados ao longo dos últimos 60 anos. Técnicas de modelagem climática foram então usadas para descobrir a causa do fenômeno.


Segundo os pesquisadores, temperaturas acima da média no oeste do Oceano Pacífico causaram uma redução na pressão atmosférica sobre o mar de Weddell, no Atlântico Sul. Isso levou a um aumento no fluxo de ar mais quente diretamente sobre o Polo Sul, fazendo com que sua temperatura suba mais de 1,83 ºC desde 1989.

Os autores da pesquisa dizem que é provável que a tendência de aquecimento tenha sido potencializada pelas emissões de gases causadores do efeito estufa. "Embora as temperaturas estivessem subindo no Oeste da Antártica e Península Antártica ao longo do século 20, o Polo Sul estava esfriando", diz Kyle Clem, pesquisador da Univerisidade de Victoria em Wellington, na Nova Zelândia, e principal autor do estudo.

Os dados mostram que o Polo Sul, o ponto mais remoto na Terra, está se aquecendo a uma taxa de 0,6 ºC por década, comparado a 0,2 ºC no restante do planeta.

"Suspeitávamos que essa parte da Antártica poderia ser imune ao aquecimento. Mas este não é mais o caso", disse.

Fonte: Science Alert

Aquecimento global antartica
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você