WD Black SN750

Review do WD Black SN750: um ótimo SSD para o público gamer

Alvaro Scola 17/04/2020 17h18
Compartilhe com seus seguidores
A A A

SSD da Western Digital tem o seu foco voltado para jogos e não desaponta quando o assunto é performance. Confira a nossa análise!

Para obter o melhor desempenho em qualquer computador, um item essencial que deve fazer parte de sua configuração é o SSD. Assim, uma empresa bem tradicional deste tipo de componente é justamente a Western Digital, que conta com modelos de diversos formatos e especificações para diferentes fins.


Por sua vez, o Olhar Digital teve a oportunidade de testar o Western Digital Black SN750, um SSD NVMe, que tem o seu foco mais voltado para o público gamer. A seguir, confira a nossa análise completa para saber o que achamos do Western Digital Black SN750.

Design

Além das diferenças em relação ao espaço disponível para armazenamento, o WD Black SN750 está disponível em dois modelos: um com dissipador de calor e outro sem. O Olhar Digital teve acesso a versão que conta com este dissipador, sendo ela mais indicada para uso em computadores do tipo “Desktop”.

Reprodução

Apesar do visual não ser o ponto mais importante em um SSD, algo que destacamos como positivo, é que por contar com esse dissipador, as memórias deste modelo analisado não ficam visíveis. Assim, isso deve agradar a pessoas com um gabinete que deixa os componentes do seu PC a mostra.

Caso esteja em dúvida se este componente caberá em sua configuração por conta de seu tamanho diferenciado, essas são as dimensões dele: 80,15 mm (Comprimento) x 24,5 mm (Largura) x 8,10 mm (Altura).

Especificações técnicas

O modelo testado pelo Olhar Digital foi a versão com 1 TB de espaço, que conta com uma velocidade de leitura sequencial de 3.470 MB/s e uma velocidade de gravação sequencial de 3.000 MB/s. Este valor, vale lembrar, varia de acordo com o modelo e a quantidade de espaço escolhida para o WD Black SN750.

Já as temperaturas mínimas e máximas suportadas desta linha de SSD não variam e são as mesmas para qualquer modelo. Assim como a maioria dos SSDs NVMe comuns, ele trabalha bem com uma temperatura até 70°C.

Configuração utilizada para testes

Antes de partirmos para os testes práticos e os números de benchmarks, primeiro vamos as especificações do computador em que este SSD foi testado:

  • Placa mãe MSI Z390 Tomahawk;
  • Processador i5 9600k;
  • Placa de vídeo MSI GeForce GTX 1060 6GB;
  • Memória Crucial Ballistix Sport LT 16 GB DDR4 (2 pentes de 8 GB)
  • Fonte Corsair TX750.

Para efetuar os testes, o sistema operacional escolhido por nós foi o Windows 10 Professional em sua versão 64 bits. Durante os testes, é importante ressaltar, nós desativamos programas de terceiros como antivírus, que poderiam interferir nos resultados.

Teste de temperatura

Na maior parte do teste, enquanto o PC era utilizado para trabalho e outras atividades básicas, como escutar músicas ou navegar na internet, o SSD manteve uma temperatura bem estável entre 40º e 44ºC. Aqui, vale dizer, ela foi medida com o programa oficial do SSD, o Western Digital SSD Dashboard sem utilizar o modo de jogo.

Reprodução

Já ao partir para jogos que fazem uma leitura frequente de arquivos, o Red Dead Redemption 2 e o Forza Horizon 4, a temperatura chegou aos 50°C. Isto é uma temperatura considerada excelente para um SSD do tipo NVMe, que normalmente fica com temperaturas entre 60° e 70°C.

Assim, realmente, o Western Digital Black SN750 não deixa espaço para qualquer tipo de instabilidade devido a sua temperatura. Ao deixar o modo de jogo ativado, a temperatura do SSD não mostrou qualquer alteração.

Teste de boot

Uma das principais diferenças vistas ao seu utilizar um SSD é no tempo de boot da máquina, que fica bem mais rápido em comparação a um HD tradicional (mecânico). Para fazer essa medição, nós realizamos uma instalação limpa do Windows 10 e utilizamos o programa Bootracer, que é destinado justamente para este fim.

O resultado em si foi bem animador e dentro do esperado de um SSD deste tipo. Para carregar o Windows 10 Professional sem qualquer programa instalado, o tempo foi de aproximadamente 21 segundos.

Testes de benchmark

Para saber quanto um SSD realmente pode fornecer de desempenho, a melhor solução é recorrer a programas de benchmark, que servem para realizar testes específicos de performance. Assim, o primeiro programa do tipo que rodamos foi o CrystalDiskMark 7 e esse o seu resultado pode ser visto na imagem abaixo.

Reprodução

De acordo com este programa, nesse primeiro teste, o Western Digital Black SN750 está aprovado, já que no resultado principal (destacado acima), ele chega até mesmo a superar a especificação que consta em sua ficha técnica. Na prática, isso significa que este SSD consegue trabalhar bem com a leitura e escrita de arquivos oferecendo uma boa velocidade.

Já em nosso segundo programa utilizado para testes, o ATTO Disk Benchmark, que utiliza outros parâmetros, a velocidade do SSD ficou um pouco abaixo do que foi visto no aplicativo acima. Ainda assim, ele chegou bem perto das informações vistas em sua ficha técnica e esta variação é considerada normal.

Reprodução

Testes práticos

Partindo para um teste mais prático, onde você verá a diferença no dia a dia, nós resolvemos testar o SSD com dois jogos para saber como é o seu desempenho, lembrando que este é o seu foco principal. Assim, o objetivo deste teste é saber quanto tempo um jogo leva para ser carregado ao estar instalado no SSD, sem incluir o tempo de abertura dos seus “launchers” ou lojas, o que deixaria o teste injusto.

Ao começar novamente com o Red Dead Redemption 2, o jogo levou aproximadamente 52 segundos para passar de sua tela de carregamento. Já com o modo “jogo ativado”, que desabilita algumas configurações de economia de energia, o tempo de carregamento foi o mesmo e não conseguimos notar diferenças na performance do game.

Já com o Forza Horizon 4, um jogo com um tempo de carregamento bem elevado, a diferença de tempo vista em relação a um HD convencional foi ainda mais surpreendente e levamos aproximadamente 11 segundos para poder começar a dirigir. Mais uma vez, o “modo jogo” não apresentou qualquer diferença.

Nessa leva de testes, novamente, o Western Digital Black SN750 não nos decepcionou e fez justamente o que era esperado. Ele foi capaz de diminuir consideravelmente os tempos de carregamento de jogos bem pesados.

Devido a não termos um outro SSD com velocidades de leitura compatíveis, não foi possível fazer um teste de transferência de arquivos diretamente no Windows, que fosse capaz de testar o seu “real” desempenho para esta tarefa.

Preço e disponibilidade

O Western Digital Black SN750 de 1 TB com o dissipador de calor já está a venda de forma oficial no Brasil. De acordo com os distribuidores listados e recomendados em seu site, o preço deste modelo gira em torno de R$ 1.350,00 a R$ 1.500,00 em lojas online.

Conclusão

O WD Black SN750 realmente não desaponta quando o assunto é desempenho e cumpre com até certa folga as suas expectativas. Nos testes de benchmark, ele foi capaz de oferecer taxas melhores do que estão em suas especificações, enquanto nos jogos, os tempos de carregamento foram bem menores em comparação quando eles estão instalados em um HD convencional.

Já na questão de temperaturas, nós fomos novamente surpreendidos. Ao testarmos a versão deste SSD com um dissipador de calor próprio, a sua temperatura ficou muito abaixo de outros SSDs NVMe, que já testamos. Por fim, outro ponto positivo visto aqui, é que mesmo ao estar sendo bem exigido em jogos, a sua temperatura quase não sobe.


SSD review reviews nvme western digital
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você