Sites anti-pirataria inventam links falsos para se beneficiar

De acordo com uma investigação do TorrentFreak, os sites responsáveis por solicitar ao Google a remoção de links piratas estariam inventando links inexistentes para se beneficiar. Ao enviar solicitações de remoção ao google, esses sites incluem links que não levam a página nenhuma, ou que apontam para conteúdo que já foi removido.

Como exemplo, o site cita uma recente solicitação de remoção enviada pela NBC. Dentre os sites mirados pela NBC, um deles era o Torrentz2.eu, um espelho (que ainda funciona) do recém-derrubado Torrentz.eu. A lista de links cuja remoção a NBC solicitou pode ser vista abaixo:

Reprodução

No entanto, todos os links mencionados na lista são inválidos. Segundo o TorrentFreak, a estrutura de links utilizada pelo Torrentz2.eu é diferente da que aparece na lista. Isso aconteceu possivelmente porque as pessoas que fizeram a lista copiaram a estrutura de links usada pelo Torrentz.eu, que já saiu do ar, sem verificar se ela funcionava. Isso prova que as solicitações não estão sendo verificadas.

Sites fantasma

Além de solicitar a remoção de links que não existem, outras empresas que atacam links de conteúdo protegido por leis de monopólio intelectual também continuam enviando solicitações de remoção de links que já saíram do ar há muito tempo.

Por exemplo, o site cita o Extratorrent, um site que fazia parte de um círculo de espelhos de sites de torrent, todos os quais foram tirados do ar no ano passado. Embora ele já tenha saído do ar, outras solicitações de remoção de links (como a que pode ser vista abaixo) continuam a pedir a desativação de arquivos que estariam hospedados no site. Isso reforça a ideia de que as solicitações de remoção estão sendoo inventadas ou fabricadas, sem o devido cuidado.

Reprodução

Problemas para o Google

Isso gera também um problema para o Google, que precisa investir em uma infraestrutura monstruosa para atender aos pedidos, que se tornam cada vez mais frequentes. Num relatório de transparência de 2012, a empresa se orgulhava de já ter removido 1,2 milhão de links; em 2014, o número de remoções já havia saltado para um milhão por dia.

Dados mais recentes apontam que o Google recebe cerca de 100 mil solicitações de remoção por hora, e só até julho de 2016, a empresa já havia removido mais de meio bilhão de links no ano.

Motivos

Segundo o TorrentFreak, esses casos não são isolados: ao longo dos últimos meses, dezenas ou centenas de milhares de solicitações falsas foram enviadas ao Google. Com isso, o número de solicitações de remoção de links piratas acaba ficando falsamente inflado

Um dos motivos para isso poderia ser simplesmente preguiça. Uma vez que as empresas descobrem a estrutura de links de um site, elas continuam a enviar notificações de remoção sem verificar se o conteúdo continua no ar. Outro motivo, porém, pode ser dinheiro. Como muitas pessoas são pagas com base em quantas notificações de remoção conseguem enviar, inflar a lista de links dessa maneira pode acabar dando mais dinheiro.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ