Cápsula Dragon Space X

SpaceX vai enviar uma cápsula à Estação Espacial Internacional nesta sexta-feira. Confira ao vivo!

Henrique Freitas, editado por Rui Maciel 02/05/2019 22h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Dragon levará mais de 250 experimentos para os astronautas da ISS. Evento será transmitido ao vivo pela NASA

A SpaceX está preparada para mandar mais uma de suas cápsulas Dragon em órbita, desta vez carregada de suprimentos e experimentos científicos, com destino à Estação Espacial Internacional (ISS). Isso não é nada senão um lançamento de rotina para a companhia – é o 17º que a SpaceX faz para a NASA desde 2012. No entanto, a missão acontece quase duas semanas depois da versão para passageiros da Dragon ter explodido durante um teste de motor.


A causa exata do acidente ainda não foi identificada, mas o modelo de carga de amanhã é um veículo muito diferente daquele que falhou há pouco, conhecido como Crew Dragon. A explosão se deu durante testes programados dos oito motores SuperDraco da cápsula para passageiros, que não passam de minúsculos propulsores embutidos na camada externa da máquina.

Se um futuro voo do Crew Dragon der errado, os motores SuperDraco podem incendiar e rapidamente expelir a cápsula para fora do foguete em perigo. A cápsula destruída, porém, explodiu logo antes da SpaceX inflamar os oito motores, no dia 20 de abril, na plataforma de pouso da companhia em Cabo Canaveral, na Flórida.

Todo cuidado é pouco

O Dragon de carga não é equipado com SuperDracos, mas a SpaceX e a NASA resolveram mudar alguns planos para garantir o sucesso da missão. Originalmente, a SpaceX planejava aterrissar o foguete Falcon 9 na sua própria plataforma de pouso, mas, em virtude da explosão e das investigações em curso na pista, ela deixou de ser o melhor lugar para isso. Agora, a SpaceX vai procurar aterrissar o foguete em um navio-drone da companhia no Oceano Atlântico.

A cápsula carregará mais de 250 experimentos que os astronautas a bordo da ISS vão executar nos próximos meses. Ela também levará alguns itens espaciais no seu porta-malas despressurizado – uma estrutura cilíndrica anexada à cápsula durante o voo, fornecendo suporte e energia.

Dentro do bagageiro, há um experimento da NASA chamado OCO-3, que pretende ajudar a agência espacial a medir os níveis de dióxido de carbono (CO2) na Terra. Assim que o Dragon de carga encontrar a ISS – o que está previsto para este domingo (5) –, um braço robótico vai posicionar o OCO-3 no exterior da estação. Lá, o instrumento poderá mapear como o gás carbônico flutua sobre o mundo.

A decolagem está programada para as 4h11, nesta sexta-feira (3), e tanto a SpaceX quanto a agência espacial norte-americana estão confiantes o suficiente para prosseguir com a missão. Originalmente, a companhia lançaria a cápsula no início da semana, mas a NASA precisou atrasar o calendário por causa de uma queda de energia na estação, que já foi solucionada. Para aqueles que quiserem acordar mais cedo, a NASA vai cobrir todo o evento do lançamento, a partir das 3h45 desta madrugada (horário de Brasília).

Fonte: The Verge

Nasa foguete Estação Espacial spaceX missão espacial falcon 9
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você