Spotify é acusado de roubar dados comerciais de empresa de áudios

A plataforma Spotify Ad Studio teria surgido dessa confusão

Nina Gattis, editado por Cesar Schaeffer 30/04/2020 17h34
Spotify
A A A

A companhia canadense VoxTonePRO, dona de uma ferramenta que projeta mensagens de voz ou saudações profissionais para serviços diversos, processou o Spotify sob a acusação de que o aplicativo de streaming de músicas roubou seus segredos comerciais para criar uma plataforma de anúncios. "Este caso é sobre uma empresa grande roubando de uma empresa pequena", diz o processo, que foi protocolado nesta quinta-feira (30).


Segundo a VoxTonePRO, entre 2016 e 2017, ambas as companhias fizeram diversas reuniões para discutir uma parceria que teria como resultado uma plataforma desenvolvida pela canadense. O intuito era formar um serviço que automatizaria a criação de anúncios de áudio a custos muito baixos.

Em maio de 2017, após muitos encontros com direito a detalhamentos sobre o produto, o Spotify teria negado a proposta com a justificativa de que a VoxTonePRO estava "muito focada em construir outros aspectos da plataforma, e não tinha estruturas para abarcar novas parcerias".

Quatro meses depois, em setembro de 2017, o Spotify lançou o Spotify Ad Studio, serviço que permite que os usuários criem seus próprios anúncios. De acordo com a VoxTonePRO, se trata de uma cópia de seu produto.

"Por precisar de uma solução para um serviço de criação de anúncios em áudio, o Spotify pegou as informações comerciais secretas da VoxTonePRO para construir o Ad Studio", informa o processo.

Por ora, o Spotify não comentou o caso.

 

Via: Uol

Spotify plataforma digital anúncios ferramenta
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você