Twitter revela planos para conter desinformação nas eleições dos EUA

Novas medidas da plataforma visam aumentar o contexto e estimular Tweets oficiais sobre resultados das eleições presidenciais no país

Wellington Arruda 02/11/2020 19h15
Twitter Estados Unidos
A A A

O Twitter divulgou nesta segunda-feira (2) novas medidas para impedir desinformação durante a divulgação de resultados da eleição presidencial nos Estados Unidos, que ocorre amanhã (3). Elas visam identificar informações prematuras, não verificadas ou falsas sobre as apurações.


A rede social vem divulgando planos nas últimas semanas sobre como pretende lidar com a disseminação de informações sobre o resultado das eleições. A ideia é trazer contexto e mais cuidado na curadoria, algo também ampliado pela empresa no compartilhamento de notícias.

Alguns Tweets poderão receber rótulos de identificação já na noite da eleição. Estes, no caso, são relacionados a "alegações sobre os resultados das eleições antes de serem oficialmente divulgados". A medida será priorizada nas eleições pois podem haver "problemas significativos com informações enganosas".

Reprodução

Nova medida do Twitter, que já está em funcionamento, incentiva usuários a lerem artigos antes de compartilharem. Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital

A plataforma aponta que os Tweets que afirmarem a vitória de qualquer candidato de maneira falsa receberão o rótulo sobre desinformação. Outros, que incentivam a violência – como exigências de interferência nos resultados, por exemplo –, poderão ser removidos.

A medida se aplica para usuários do Twitter, incluindo candidatos, que "não podem reivindicar uma vitória eleitoral antes dos resultados serem divulgados por autoridades". Serão monitoradas, também, contas sediadas nos EUA com mais de 100 mil seguidores ou com engajamento significativo, como 25 mil likes, Retweets e afins em postagens.

Fontes oficiais serão destacadas

Seguindo as medidas aplicadas há duas semanas, o Twitter também vai exibir um pop-up quando um usuário tentar dar 'RT' em uma publicação com informações incorretas sobre os resultados da eleição. Um link com mais informações também será mostrado, mas os usuários ainda poderão fazer o compartilhamento.

Reprodução

Informações consideradas falsas sobre resultados eleitorais serão rotuladas pelo Twitter para facilitar compreensão de leitores. Imagem: Twitter/Reprodução

De acordo com a plataforma, os resultados serão considerados legítimos quando anunciados por funcionários eleitorais estaduais. Para a divulgação de resultados oficiais, o Twitter também anunciou parcerias com veículos de comunicação locais como ABC News, Associated Press, CBS News, CNN, Decision Desk HQ, Fox News e NBC News.

Durante o período, o Twitter também não vai exibir na linha do tempo recomendações de "curtido por" e "seguido por" de pessoas que não são seguidas pelos usuários. A rede social acredita que isso pode diminuir a velocidade com que Tweets de contas e tópicos não seguidos cheguem até os usuários.

Twitter eleições fake news estados unidos Desinformação eleições 2020
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você