Twitter vai incentivar retuítes com comentários no Brasil

Medida começa a ser testada a partir desta sexta-feira (9) pela rede social para estimular a reflexão e opinião sobre o motivo de um compartilhamento, em vez de apenas reproduzi-lo

Rafael Arbulu, editado por Fabiana Rolfini 09/10/2020 15h46
Twitter
A A A

O Twitter anunciou que, a partir desta sexta-feira (9), passará a testar no Brasil uma pequena mudança nos “retuítes”. Usuários que retuítam serão direcionados a comentar aquilo que estão compartilhando, em vez de apenas reproduzir a postagem de outra pessoa. A medida não implementa nenhuma ferramenta ou função nova, apenas altera a sua prioridade.


A rede social justifica a mudança como um estímulo a você opinar sobre aquilo que reproduz. Pense assim: você vê uma postagem no microblog com a qual você concorda e decide “dar o RT”. Antes, você precisaria apenas clicar no símbolo correspondente. Agora, a mesma ação abrirá o formulário para um novo tuíte (o que a rede chama de “retuíte com comentário”) para que você expresse a sua opinião sobre aquilo que está repercutindo.

 

“Esperamos que seja uma forma de não apenas estimular as pessoas a avaliar por que estão amplificando o alcance daquele tuíte, mas também de aumentar a possibilidade de elas incluírem seus pensamentos, reações e perspectivas na conversa”, diz um post no blog oficial do Twitter. “Se as pessoas não incluírem nada no campo de composição do tuíte com comentário, a visualização será igual a de um retuíte comum”.

A razão para essa mudança parece ser a entrada nos períodos eleitorais tanto nos EUA como no Brasil. Em 3 de novembro, o presidente americano Donald Trump tentará a reeleição ao disputar o cargo contra Joe Biden, enquanto o Brasil já inaugurou as campanhas para as eleições municipais, que vão eleger prefeitos e vereadores em todos os estados - o primeiro turno será realizado em 15 de novembro, e o segundo, no dia 29 do mesmo mês.

“Uma vez que estamos em período eleitoral no Brasil, acreditamos que este é um bom mercado para vermos como essa mudança estimula o compartilhamento de informações mais refletidas na plataforma”, declarou o Twitter.

Reflexos na política

Reprodução

Donald Trump foi penalizado pelo Twitter por compartilhar informações erradas em seu perfil oficial. Foto: Gage Skidmore/Flickr

Esta é uma das ideias implementadas pela rede social para coibir ações de reprodução de fake news em sua plataforma. Nesta semana, Donald Trump acabou punido pelo Twitter por compartilhar uma postagem com informações enganosas sobre a Covid-19.

A ideia de opinar em cima de um retuíte, além de inserir uma reflexão mais aprofundada ao debate político, pode ajudar a rede a combater perfis automatizados (os chamados “Bots”), que são geralmente empregados por algumas pessoas para compartilharem uma postagem específica, aumentando artificialmente o seu engajamento.

Fonte: Twitter

redes sociais Twitter eleições twitter fake news donald trump
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você