Ubuntu

Ubuntu convida usuários de Windows 7 a migrarem para o Linux

Vinicius Szafran, editado por Liliane Nakagawa 29/01/2020 17h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Com o fim do suporte da Microsoft ao seu sistema operacional, a Canonical tenta conquistar novos usuários pelas vantagens de se usar o código aberto

A Canonical, a empresa responsável pelo Ubuntu, publicou hoje a primeira parte de uma série de tutoriais projetados para ajudar os usuários do Windows 7 a migrarem para o Ubuntu Linux após o fim do suporte da Microsoft ao sistema operacional, anunciado recentemente.


"Forneceremos uma série de tutoriais detalhados e passo a passo que devem ajudar os usuários menos experientes do Windows 7 a migrarem de seu antigo sistema operacional para um Ubuntu", disse o advogado da Canonical, Igor Ljubuncic.

A publicação aborda as etapas anteriores à migração real e ao estágio de backup de dados, e será seguida de outros tutoriais detalhando as etapas de instalação, assim como o processo de configuração e ambiente de desktop pós-instalação.

Embora os refugiados do Windows 7 também possam atualizar seu sistema para o Windows 10 ou comprar um novo computador com um sistema operacional com suporte ativo, a Canonical terá o prazer de fazer essa migração para a distribuição gratuita do Ubuntu Linux.

O fato de ser um sistema operacional gratuito e de código aberto está no topo da lista dentre os motivos listados por Ljubuncic para migrar para o Linux.

O Ubuntu também é apresentado como um sistema operacional seguro e robusto, com updates  semestrais (o que garante maior segurança), usado por milhões de pessoas e com suporte para a maioria dos aplicativos disponíveis na plataforma Windows, incluindo Chrome, Steam, Firefox, VLC, Spotify e Skype.

Caso seja preciso executar um programa específico do Windows que ainda não foi portado para o Linux, a camada de compatibilidade do Wine permitirá o uso desses aplicativos, na maioria dos casos. O sistema também é muito bom para jogos hoje em dia, já que muitos deles vêm com suporte nativo ao Linux.

O Ubuntu pode ser totalmente testado antes da instalação, para que os usuários ainda indecisos possam avaliar rapidamente se tudo o que precisam irá funcionar.

Além disso, no dia em que o Windows 7 encerrou o suporte (Microsoft ainda fornece atualizações de segurança para clientes corporativos por meio do programa Extended Security Update (ESU)), o gerente de produtos da Canonical, Rhys Davies, publicou um artigo apresentando as vantagens da migração para o Ubuntu e como conseguir isso.

Dos 77% de participação de mercado do Windows atualmente, mais de 26% são usuários do Windows 7, o que significa que centenas de milhões de pessoas podem abandonar o sistema operacional de dez anos, pois não querem o Windows 10 ou têm medo da mudança. Desses, que não querem o novo Windows, podem ser os que também consideram uma mudança para o Linux.

Via: BleepingComputer

Microsoft Linux Windows Código Aberto Windows 7 Ubuntu open source Windows 10
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você