Venda de iPhones pode cair até 30% sem WeChat, diz analista

Aplicativo é usado mensalmente por 1,2 bilhões de usuários chineses; queda pode ser menor se remoção for feita apenas nos Estados Unidos

Davi Medeiros, editado por Fabiana Rolfini 10/08/2020 16h28
iPhone loja
A A A

Se levada adiante, a remoção do WeChat da App Store pode ocasionar uma queda de até 30% nas vendas anuais do iPhone. A previsão foi feita pelo analista financeiro Ming-Chi Kuo, e diz respeito à decisão de Donald Trump de banir o aplicativo dos Estados Unidos


Trump deu 45 dias para que o TikTok e o WeChat abram mão de suas operações no país. Passado esse período, será proibido o download de ambos os aplicativos, a menos que, até lá, eles tenham sido adquiridos por empresas americanas. 

A Microsoft manifestou interesse em comprar o TikTok, mas o futuro do WeChat ainda é incerto. É provável que o aplicativo seja removido das lojas do Google e da Apple a partir de 20 de setembro — não se sabe, porém, se a remoção será feita mundialmente ou apenas nos Estados Unidos.

wechat4af00c12918ca557.jpg

WeChat é essencial na vida dos chineses. Imagem: Reprodução

A decisão de Trump acarreta em prejuízo para o TikTok, que perderá a chance de lucrar US$ 6 bilhões nos Estados Unidos em 2021. Em relação ao WeChat, porém, estima-se que as perdas financeiras serão sentidas também pela Apple.

Isso porque o WeChat é um verdadeiro "faz-tudo" para quem o utiliza. Com ele, é possível mandar mensagens, realizar pagamentos, fazer compras e desempenhar uma série de outras atividades que o tornam essencial para os chineses. Não à toa, o aplicativo tem mais de 1,2 bilhões de usuários ativos mensais na China

Por isso, o iPhone pode se tornar praticamente obsoleto se deixar de oferecer o aplicativo na App Store. É como se nós, brasileiros, tivéssemos disponível um celular que não aceita o WhatsApp — e, ainda assim, nossa dependência pelo app de mensagens não é tão grande quanto à dos chineses em relação ao WeChat.  

Queda nas remessas de iPhones

Considerando um cenário em que o aplicativo é retirado globalmente da App Store, Kuo afirma que as remessas do iPhone poderão ser reduzidas entre 25% e 30%. Ainda de acordo com sua análise, outros produtos da Apple, como o iPad, Apple Watch e AirPods, sofrerão queda de 15% a 25%. 

Além disso, o analista aponta que a remoção global do WeChat afetaria também as empresas da cadeia de suprimentos da Apple, como a LG Innotek, que fabrica os módulos de câmera do iPhone. 

Já se o WeChat for retirado apenas da App Store americana, estima-se que as remessas globais do ‌iPhone‌ sofram queda menor, de 3% a 6%. Nesse caso, os outros produtos da Apple seriam afetados em menos de 3%. 

Via: Mac Rumors

iPhone Apple EUA wechat tiktok eua x china
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você