Windows 10 alcança 700 milhões de usuários pelo mundo

Quando o Windows 10 foi anunciado, em 2015, a Microsoft anunciou que seu objetivo era chegar a 1 bilhão de dispositivos em três anos. A meta era, portanto, que o resultado fosse alcançado até 2018, também conhecido como este ano em que estamos agora. Os números reais, no entanto, são mais modestos: a empresa recentemente confirmou que chegou a 700 milhões de aparelhos ativos ao redor do planeta.

O ritmo de adoção abaixo do esperado tem a ver, em parte, com o insucesso do Windows 10 Mobile. As contas da Microsoft incluíam também os celulares que usariam o sistema operacional, com base no conceito de apenas um Windows para diversos tipos de dispositivos. No entanto, as coisas não caminharam como a Microsoft queria, e o sistema mobile foi praticamente abandonado. A empresa também contabiliza outros dispositivos como Xbox One, HoloLens e outros tipos de dispositivos.

Ainda assim, 700 milhões em pouco menos de três anos não é uma marca ruim, de forma alguma. O número foi ajudado bastante pela estratégia da Microsoft de oferecer a atualização grátis para usuários do Windows 7 e do 8.1 no primeiro ano, o que alavancou o início da vida do sistema operacional.

Ao fim da promoção, as instalações novas do Windows 10 diminuíram um pouco, mas parecem ter retomado o fôlego nos últimos tempos. Ao final do primeiro ano, eram 350 milhões de aparelhos rodando o sistema; em maio de 2017, o número chegou a 500 milhões, e, agora, antes do fim do primeiro semestre a base alcança os 700 milhões.

Assim, não deve demorar muito para que a marca do bilhão seja batida, mas é muito pouco provável que isso seja alcançado no prazo inicialmente planejado. Não seria surpresa se esse número fosse quebrado antes do fim de 2019.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ