Chefe da HP descarta possibilidade de assumir a Uber

Meg Whitman se viu forçada a dar uma declaração a respeito dos rumores que apontavam seu nome como um dos mais cotados para assumir o papel de CEO da Uber.

Sendo ela mesma uma CEO, só que na Hewlett Packard Enterprise (a HP), a executiva foi ao Twitter negar as especulações com declarações bem diretas: "O CEO da Uber não vai ser Meg Whitman", afirmou.

"Normalmente eu não comento rumores, mas a especulação sobre meu futuro e [da] Uber se tornou uma distração", escreveu ela. "Então eu serei o mais clara quanto possível. Estou totalmente comprometida com a HPE e planejo permanecer como CEO da companhia."

As declarações põem um ponto final no assunto, mas não na busca da Uber, obviamente. Whitman era só uma das pessoas entre os "finalistas" da Uber, segundo informaram fontes da empresa nesta semana.

Diz-se que há uma dezena de nomes nessa lista e apenas o de Whitman vazou, o que gerou um burburinho enorme. Afinal, ela seria uma escolha lógica, já que figura entre os investidores iniciais da Uber e porque a executiva vem discretamente ajudando tanto a Uber quanto seu fundador e ex-CEO, Travis Kalanick, a superar a crise institucional instaurada na companhia.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ