Huawei fornecerá tecnologia para a maior usina solar do Brasil

FusionSolar 6.0 promete reduzir em 5% o custo da energia gerada nas cinco usinas do Complexo Solar de Coremas, no sertão da Paraíba

Davi Medeiros, editado por Fabiana Rolfini 18/09/2020 15h03
Huawei
A A A

Expandindo seus negócios no Brasil, a fabricante chinesa Huawei anunciou uma parceria com o grupo Rio Alto para a ampliação do Complexo Solar de Coremas, no sertão da Paraíba. Quando concluído, o projeto abrigará o maior conjunto de usinas fotovoltaicas do país. 


O Coremas III, um dos parques solares que compõem o empreendimento, foi inaugurado na quinta-feira (17). A participação da Huawei será no fornecimento de tecnologia de inteligência artificial para os parques IV, V, VI, VII e VIII, que ainda serão construídos. 

A solução oferecida pela empresa chama-se FusionSolar 6.0, e promete reduzir em 5% o custo da energia gerada nas cinco usinas, que totalizam 156 MW de capacidade. A instalação do equipamento, que inclui inversores e transformadores inteligentes, tem o objetivo de levar mais eficiência ao projeto, podendo aumentar seus rendimentos em até 2%.

 

Reprodução

Painéis solares instalados no Complexo Solar de Coremas, na Paraíba. Imagem: Divulgação/Rio Alto Energias Renováveis

De acordo com o CEO da Huawei Brasil, Sun Baocheng, este é um passo importante para a integração da inteligência artificial às tecnologias 5G e aos módulos solares, a fim de proporcionar a geração de energia digital e inteligente em território brasileiro. 

Vale frisar, contudo, que a presença do grupo chinês na infraestrutura do 5G no Brasil é incerta, e depende do leilão de frequências marcado para o ano que vem.

Se as autoridades brasileiras sucumbirem às pressões impostas pelos Estados Unidos, como fizeram Reino Unido e França, é pouco provável que a Huawei seja a escolhida para o fornecimento da rede.

Por que a Huawei?

Já o fundador da Rio Alto, Rafael Brandão, afirma que a escolha pela chinesa foi motivada pela capacidade de desenvolvimento e inovação tecnológica do grupo, que é líder no mercado em soluções fotovoltaicas inteligentes. 

"Fomos até a China e analisamos juntos a tecnologia e os custos para serem aplicados ao mercado brasileiro, e ficamos impressionados com os investimentos da Huawei em P&D [Pesquisa e Desenvolvimento], que fazem todo o sentido para nós", avaliou.  

Até o momento, Coremas conta com 280 mil painéis solares em funcionamento, com planos para expandir este número para 700 mil até junho de 2021. A previsão é que o complexo tenha capacidade para atender até 300 mil residências.

Brasil Energia Solar Inteligência Artificial Huawei energia renovável
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você