iPhone X provoca queda histórica nos lucros de sua montadora

O iPhonex X pode até ser um sucesso comercial, mas para a Foxconn - a empresa contratada pela Apple para montar o aparelho - ele está causando problemas. De acordo com a Bloomberg, o dispositivo fez com que os lucros da Foxconn caíssem 39% no terceiro trimestre do ano. 

Essa foi a maior queda nos lucros da empresa desde a crise global de 2008. No total, a empresa lucrou cerca de 21 bilhões de dólares taiwaneses (R$ 2,3 bilhões) no período. Por mais impressionante que seja, o número ficou muito aquém da previsão inicial da empresa, que era lucrar 37,2 bilhões de dólares taiwaneses (R$ 4,1 bilhões) no período.

Difícil de montar

Há várias dificuldades em torno da montagem do iPhone X que justificam esses problemas que a Foxconn teve. Um deles é o fato de que o dispositivo usa uma um circuito de reconhecimento facial difícil de se construir. A empresa chegou até mesmo a encarar rumores de que teria relaxado a segurança do sistema para conseguir produzí-lo com mais facilidade e lançar o aparelho no prazo. 

Fora isso, ele é também o primeiro iPhone a usar uma tela OLED, em vez dos tradicionais displays de LCD que os celulares da Apple trazem. Isso gera outro problema, porque há poucas empresas no mundo capazes de fabricar as telas OLED na qualidade e quantidade que a Apple exige - a Samsung é uma delas, mas é também uma das principais concorrentes da Apple no setor de smartphones. 

Fonte seca

Esse problema logístico acabou afetando a Foxconn, que ficou com menos trabalho por causa da falta de partes para montar os aparelhos. De fato, a empresa acabou produzindo apenas cerca de 20 milhões de iPhones X para enviar às lojas até o fim do ano. A expectativa da Apple era de conseguir enviar o dobro desse número, mas esses problemas de logística atrapalharam o processo.

Isso até pode gerar uma situação negativa para a Apple no futuro, mas para a Foxconn, já está gerando. Os custos operacionais da empresa tiveram um aumento de mais de 16% no trimestre passado, o que reduziu sua margem de lucros a menos de 2%. E isso apesar do tratamento notoriamente ruim que a empresa dispensa a seus funcionários. 

Mas há bons motivos para esperar que essa situação se reverta, segundo o The Verge. A Apple espera que o iPhone X ajudará sua receita a atingir um valor recorde de 87 bilhões no trimestre do Natal. Não é uma esperança ingênua: como o 9to5Mac aponta, quem quiser comprar o aparelho nos Estados Unidos precisa esperar quatro semanas para que ele seja entregue.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ