Mercado Livre abrirá cinco novos centros logísticos no Brasil em 2021

Empresa pretende ampliar o volume de entregas rápidas no país; medida deve criar mais de 13 mil empregos

Davi Medeiros, editado por Daniel Junqueira 12/11/2020 16h59
Centro de Distribuição Mercado Livre
A A A

Expandindo suas operações em meio ao fortalecimento do e-commerce, o Mercado Livre anunciou nesta quinta-feira (12) que vai abrir cinco novos centros logísticos no Brasil em 2021. A previsão é que a iniciativa crie até 13,5 mil empregos no país, que responde por 55% da receita da companhia argentina.


As cidades de Guarulhos (SP), Extrema (MG) e Governador Celso Ramos (SC) receberão um galpão cada, enquanto Cajamar (SP) receberá dois. Com as novas instalações, a empresa aumenta de três para oito o número de unidades em território brasileiro, totalizando 600 mil metros quadrados de malha logística.

À Reuters, o presidente-executivo do Mercado Livre, Marcos Galperin, afirmou que a abertura de novos galpões ajudará a ampliar o volume de entregas com prazo de até dois dias no Brasil. Vale lembrar que a empresa anunciou recentemente que passará a contar com uma frota própria de quatro aviões para agilizar as remessas.

Reprodução

Mercado Livre pretende ampliar capacidade de realizar entregas em até 48 horas. Imagem: Divulgação/Mercado Livre

Quatro dos cinco novos centros serão da modalidade fulfillment. Isso significa que eles vão operar de forma a permitir que o Mercado Livre tenha controle integral da parte logística, atuando desde o recebimento dos produtos até a separação, embalagem e envio.

Uma das vantagens do investimento nessa modalidade é eliminar a dependência dos vendedores parceiros pelos Correios. Basta encaminhar o produto ao centro de distribuição, e o Mercado Envios se encarrega de todo o resto. Atualmente, a empresa possui uma unidade fulfillment em Louveira (SP).

A estratégia de centralizar o processo, segundo Galperin, "reduz despesas com entregas, inclusive com questões ligadas à segurança, e faz crescer a produtividade".

A iniciativa aumenta a competitividade do Mercado Livre em um setor cada vez mais disputado. A norte-americana Amazon tem se empenhado em aumentar sua presença no Brasil e anunciou esta semana a abertura de mais três centros logísticos por aqui, enquanto o Magazine Luiza, em alta na Bolsa, abriu 81 lojas somente no terceiro trimestre. 

Via: Reuters 

e-commerce comércio eletrônico Brasil mercado livre
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você