No dia de lançamento do iPhone 12, ações da Apple chegam a cair 4%

Empresa fechou o dia com uma queda de 2,65% - interrompendo dois dias seguidos de alta; perda de valor em seu ponto mais baixo de negociação pode ter chegado a US$ 81 bilhões

Renato Mota 13/10/2020 18h10
Tim Cook, CEO da Apple
A A A

Enquanto apresentava sua nova linha de iPhones – a primeira com tecnologia 5G – a Apple viu suas ações caíram até 4% nesta terça-feira (13). Considerando o ponto em que as ações foram negociadas no seu valor mais baixo (US$ 119,65), a redução significa uma perda de US$ 81 bilhões para a empresa.


Ao longo do dia a Apple se recuperou e fechou o dia com uma queda de 2,65% (para US$ 121,10), interrompendo uma sequência de altas de dois dias. Esse valor é US$ 16,88 menor do que o índice mais alto nas últimas 52 semanas: US$ 137,98 alcançados em 2 de setembro.

Esse desempenho colocou a marca da maçã atrás de concorrentes como a Microsoft, que subiu 0,66%  (US$ 222,86); a Alphabet, que subiu 0,16% (US$ 1.567,07) e a IBM, que caiu 1,66% (US$ 125,10). De uma maneira geral, não foi um dia bom para o mercado, com a Nasdaq em queda de 0,10% para 11.863,90 pontos e o Dow Jones caindo 0,55%, para 28.679,81 pontos.

Dados da ferramenta de análise Kensho mostram que as ações da Apple costumam subir, em média, 10,7% nos três meses que seguem os eventos de lançamento. As ações da Apple subiram 9% no último mês antes do início do evento.

A Apple apresentou quatro novos modelos de smartphone, incluindo um com preço mais acessível. O iPhone 12 Mini é o mais barato do line-up, enquanto o restante é similar ao que se viu no ano passado: iPhone 12, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max.

Apple/Divulgação

iPhone 12. Imagem: Apple/Divulgação

O iPhone 12 Mini traz uma tela de 5,4 polegadas, enquanto o iPhone 12 apresenta um display consideravelmente maior, de 6,1 polegadas. Já o iPhone 12 Pro terá o mesmo tamanho de tela, com 6,1 polegadas, enquanto o 12 Pro Max terá o maior painel de todos, com 6,7 polegadas.

Embora os analistas esperem que os novos iPhones gerem um ciclo de atualizações mais forte do que o normal entre os clientes da Apple (especialmente com a inclusão do 5G), alguns dos anúncios podem ter irritado os usuários. Os aparelhos serão os primeiros a não ser vendidos com fones de ouvido com fio e carregador na caixa. A Apple justificou a exclusão dos itens como um “passo importante” para alcançar a neutralidade total em carbono.

O iPhone 12 Mini chega ao mercado custando a partir de US$ 700, enquanto o iPhone 12 custará a partir de US$ 800. Enquanto isso, o iPhone 12 Pro custará a partir de US$ 1.000 e o iPhone 12 Pro Max custará a partir de  US$ 1.100.

Via: Business Insider/CNBC

iPhone Mercado Apple 5G ações iphone 12 iPhone 12 pro iPhone 12 pro max
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você