Samsung decide acabar de vez com o Galaxy Note 7

A Samsung desistiu de vez do Galaxy Note 7. Após duas campanhas de recall devido a uma falha que superaquece os aparelhos, a companhia decidiu não colocar o modelo de volta no mercado. “Podemos confirmar (…) que a Samsung descontinuou permanentemente a produção do Galaxy Note7”, afirma a companhia, em nota distribuída pela imprensa estrangeira.

A decisão põe um ponto final no que foi um processo penoso para a marca. O Note 7 deveria fazer frente ao iPhone 7 e outros tops de linha na temporada de vendas de fim de ano, que começará em breve com a Black Friday, mas logo após o início das vendas começaram os relatos de que o modelo superaquece a ponto de causar pequenas explosões.

A partir daí foi ladeira abaixo: órgãos de defesa do consumidor passaram a recomendar a devolução do aparelho, companhias aéreas proibiram o uso do Note 7 em voos e a Samsung resolveu recolher parte das unidades e trocá-las por versões "seguras". O problema é que os smartphones novos também começaram a pegar fogo, o que forçou a Samsung a dar início a um novo processo de recall.

A produção, então, foi paralisada temporariamente e a empresa disse que pediria aos parceiros que interrompessem as vendas. “Consumidores com a versão original do Galaxy Note 7 ou o Galaxy Note 7 de substituição devem desligar e parar de usar o dispositivo”, recomendou.

O último golpe veio da Oculus, que passou a impedir que donos de visores de realidade virtual usassem os aparelhos em conjunto com o smartphone da Samsung para não haver chance de que o aparelho exploda no rosto de alguém.

Com: Engadget

Celular, fone de ouvido, notebook. A BlackFriday está recheada de ofertas, mas nem todas são vantajosas. Com a nova extensão do Olhar Digital, você encontra o menor preço e também cupons de descontos. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ