Compartilhe com seus seguidores
A A A

Motorista de Uber poderá ser multado quando cancelar viagem

Vinicius Szafran, editado por Liliane Nakagawa 17/01/2020 20h12

Usuários de aplicativos de transporte privado precisam pagar uma taxa sempre que cancelam uma corrida. Agora, um projeto de lei quer fazer com que o mesmo aconteça com o motorista que cancele uma corrida que já havia aceitado fazer pelo aplicativo.

O projeto de lei que está em discussão no Senado propõe que as empresas de transporte por aplicativo assumam duas responsabilidades específicas. A primeira diz respeito ao passageiro. Caso o motorista cancele uma corrida aceita pelo app, o usuário vai receber uma multa de valor equivalente a 5% do salário mínimo atual, R$ 51,95, hoje. O mesmo projeto também prevê o pagamento de multa de 1% sobre o salário mínimo, R$ 10,39, caso o motorista se atrase, ou seja, demore mais do que o estipulado pelo aplicativo para buscar o passageiro no ponto de encontro estabelecido. A proposta deverá ser votada no Senado nas próximas semanas.

Aplicativos Projeto de Lei uber cabify 99 taxis mobilidade urbana Senado aplicativo aplicativo de transporte
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você