Astrônomos do Centro de Voos Espaciais Goddard, da Nasa, acreditam terem descoberto que o cometa interestelar Borisov pode reter água. 

Embora água já tenha sido detectada nas atmosferas de exoplanetas, essa descoberta pode marcar a primeira vez que água originária de outro sistema planetário é localizada dentro do nosso sistema solar.

publicidade

A descoberta foi feita por uma equipe liderada pelo astrônomo Adam McKay usando o Observatório Apache Point, no Novo México. Ao que parece, o grande cometa parece liberar grandes quantidades de oxigênio.

Eles acreditam que o gás emitido pode ser resultado dos raios UV do Sol dividindo o vapor de água em átomos de hidrogênio e oxigênio.

O cometa 2I/ Borisov, ou simplesmente Borisov, foi descoberto em agosto deste ano e tem apenas alguns quilômetros de diâmetro. Sua trajetória ímpar e extrema velocidade levaram os astrônomos a concluírem que ele vinha de outro sistema estelar distante – apesar de parecer um dos cometas presentes no Sistema Solar.

Encontrar evidências de água interestelar tão perto da Terra – em termos relativos – poderia fazer com que os cientistas entendessem como a natureza de outros sistemas estelares funciona. Com essa descoberta e análise de condições, pode-se até mesmo dizer que pode haver vida alienígena em outra galáxia.

“Somos especiais como sistema planetário ou existem outros sistemas planetários como o nosso?”, disse McKay à New Scientist. “Isso tem implicações para a origem da vida e mostra como ela é comum em todo o universo.”