Um asteroide do tamanho de um ônibus de dois andares passou perigosamente perto da Terra, e a Nasa quase não percebeu.

O asteroide passou a uma impressionante velocidade de 30 mil km/h, e chegou três vezes mais perto do que a distância entre a Terra e a Lua, no último sábado.

publicidade

Estranhamente, a Nasa admitiu que a passagem do asteroide não foi captada pelos radares de rastreamento no momento exato em que passou perto da Terra. Porém, a rocha espacial já havia sido identificada um dia antes de passar pelo nosso planeta, de acordo com o Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa.

A identificação feita um dia antes possibilitou que a agência calculasse sua trajetória, e chegasse a conclusão de que o objeto não representava risco real para o planeta.

Conhecido como ‘2019 VA’, o asteroide passou a 104 mil km de distância, o que é considerado perto para os padrões da agência espacial. O objeto não é muito menor que o meteoro de Chelyabinsk, que atingiu a cidade russa em fevereiro de 2013. Na época, mais de 1.500 pessoas ficaram feridas com a explosão.

Reprodução

Meteoro de Chelyabinsk

Essa não é a primeira vez que um objeto desse tipo passa perto da Terra sem que a Nasa perceba, isso aconteceu em setembro desse ano, quando a agência “perdeu” a passagem de um asteroide de proporções parecidas, em função da má qualidade do tempo.

Apesar disso, parece não existir real perigo para o nosso planeta, já que a Nasa garante que nenhum dos milhares de asteroides monitorados pela agência estão em rota de colisão com a Terra.

“A Nasa não reconhece nenhum asteroide ou cometa atualmente em rota de colisão com a Terra, então a probabilidade de uma colisão significativa é bastante pequena” afirmou a agência. “Na verdade, é provável que nenhum objeto grande atinja a Terra nos próximos cem anos”, completou a Nasa.

 

Via: New York Post