Os novos smartwatches híbridos da Fossil foram anunciados e combinam ponteiros de relógio físico com uma tela circular de baixa potência e recurso ‘always-on display‘. O Fossil Hybrid HR custa US$ 195 (cerca de R$ 776), possui um display monocromático, capaz de exibir as informações comuns em smartwatches como rastreador de atividades físicas, informação sobre o clima, notificações de aplicativos, além de oferecer uma bateria potente que promete durar duas semanas.

Reprodução

publicidade

Algumas informações sobre o modelo foram vazadas em setembro, e foram criadas especulações de que os novos relógios utilizariam a tecnologia ‘secreta’ que o Google pagou à Fossil por US$ 40 milhões (R$ 160 milhões). No entanto, a empresa negou estes boatos e afirmou que “não há relação entre o IP Fossil vendido ao Google no início do ano e o lançamento do Fossil Hybrid HR”, segundo um porta-voz, em entrevista ao The Verge.

A empresa tem uma longa história de desenvolvimento de smartwatches híbridos, além dos Wear OS mais típicos, como o Fossil Carlyle Gen 5 deste ano. Porém, os antigos relógios híbridos da companhia, como o Fossil Q Activist, usavam o ponteiro do relógio para exibir notificações em vez de incluir uma tela.

Fossil Q Acivist - Foto: The Verge

Apesar de não possuir os recursos de um smartwatch completo do Wear OS, o Fossil HR pode fornecer diversas informações. Além das citadas acima, o relógio permite controlar a reprodução de músicas, fazer ligações, e carregar totalmente a bateria em uma hora. Porém, não há suporte para GPS ou Google Play.

 

Via: The Verge