EnglishPortugueseSpanish

Começa hoje (13), em Brasília, a reunião da 11ª Cúpula do Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Na extensa agenda da reunião, os temas ciência, tecnologia e inovação vêm ganhando força por meio de diversas iniciativas de cooperação entre as nações do grupo.

Para organizar as atividades de cooperação em pesquisa, foram criados grupos de trabalho abrangendo diversos temas, como prevenção e monitoramento de desastres naturais, tecnologias da informação e comunicação e computação de alto desempenho.

publicidade

Astronomia, biotecnologia e biomedicina são outros temas incluídos nos programas de produção de conhecimento. Os grupos se reúnem apenas uma vez por ano, mas vão mantendo conversas e desenvolvendo os trabalhos conjuntos.

Uma das ações visa lançar chamadas conjuntas de projetos conduzidos por universidades de diferentes países do grupo. O prazo das pesquisas termina em 2020, quando serão avaliados seus resultados e iniciado um novo ciclo. Desde 2016, foram selecionados 91 projetos a partir de 1 mil submissões, que envolveram 3.400 pesquisadores.

Na área de ciências oceânicas, por exemplo, a interlocução já resultou na realização de cruzeiros conjuntos com representantes dos diversos países.

 

Via: Agência Brasil