EnglishPortugueseSpanish

O Instagram e o Facebook não permitirão mais que influenciadores das redes sociais promovam cigarros eletrônicos, vaporizadores, produtos de tabaco ou armas como conteúdo patrocinado em suas plataformas.

Marcas já estavam proibidas de fazer postagens que incentivavam a compra desses produtos. Além disso, as redes sociais informaram que publicações sobre o consumo de álcool e suplementos de dieta só serão aprovados mediante “restrições especiais”.

publicidade

A medida deve gerar polêmica entre os usuários, já que é a primeira vez que as plataformas limitam que tipo de serviço influenciadores podem promover em seus perfis pessoais.

Os cigarros eletrônicos, em especial, possuem uma comunidade fiél que defende seu uso, argumentando que o produto serve como uma alternativa mais saudável ao cigarro tradicional. O problema é que muitos discordam da afirmação, estudos recentes mostram que o uso do vaporizador por três anos aumenta o risco de doenças pulmonares. Facebook e Instagram anunciaram que a nova determinação vai entrar em vigor nas próximas semanas.

O Instagram também anunciou outra mudança. A empresa está testando o “Brand Collabs Manager” do Facebook, começando com 40 influenciadores nos EUA. A ideia é selecionar um grupo pequeno que vai conectar marcas com criadores de conteúdo, compartilhando experiências para melhorar o engajamento com o público.

 

Via: CNBC