EnglishPortugueseSpanish

O Google foi multado em 150 milhões euros, cerca de R$ 680 milhões, pelas autoridades francesas, por abuso de posição dominante no mercado de publicidade na internet. A penalidade foi determinada nesta sexta-feira (20). A agência ainda pediu que a gigante americana “esclarecesse as regras de operação de sua plataforma do Google Ads e os processos de suspensão de contas”.

“É perfeitamente legítimo que uma operadora como o Google tenha regras de acesso ao seu serviço de publicidade, relacionadas a buscas na internet, mas essas regras devem ser claras e não depender de cada cliente ou aplicadas de maneira irregular”, afirmou Isabelle De Silva, presidente da autoridade reguladora.

publicidade

Segundo ela, a posição dominante do Google, que possui participação maior de 90% do mercado de publicidade relacionada a mecanismos de busca, é extraordinária e faz com que a empresa possua mais responsabilidade. A falta de clareza sobre as regras que a gigante aplica aos anunciantes conseguiu conter o desenvolvimento de novos sites inovadores, segundo a autoridade.

Por fim, as autoridades francesas pediram para que a empresa envie um relatório detalhando as medidas e procedimentos que vai aplicar para atender aos requisitos, dando um prazo de dois meses para isso.

Essa não é a primeira vez que o Google é multado por irregularidades. Em 2012, o governo dos Estados Unidos aplicou uma multa de US$ 22,5 milhões, quase R$ 92 milhões, por invasão de privacidade. Em 2017, a empresa foi multada em 2,4 bilhões de euros, mais de R$ 10 bilhões, por favorecer seu próprio comparador de preços em detrimento da concorrência.

Além disso, já recebeu multas por venda de dados de usuários, R$ 45 milhões, violação das leis de privacidade da União Europeia, mais de R$ 226 milhões, violar as regras da livre concorrência, R$ 20 bilhões, e por abusar do domínio de mercado, cerca de R$ 6,74 bilhões.

publicidade

Via: G1