A Apple estudar terminar com a entrada Lightning no próximo iPhone top de linha de 2021, segundo Ming-Chi Kuo, analista de confiança da marca. Apesar da mudança ser bem impactante, pode abrir portas para um modelo revolucionário e que diferencia a Apple do outras fabricantes.

Kuo prevê que ter um telefone totalmente sem fio pode diferenciar o próximo iPhone top de linha de todos os outros modelos da linha. Afinal, sem a presença de portas físicas, eles terão menos partes móveis, o que pode melhorar a resistência à água ou abrir espaço para uma bateria maior.

publicidade

Indícios para uma vida wireless

Outros rumores recentes podem indicar que o plano da Apple de remover as entradas já estão previstos. Entre esses boatos, está o de que a empresa pode empacotar os AirPods com os novos iPhones, da mesma maneira que ocorre com os fones de ouvido tradicionais da marca.

Além disso, outras pistas de que a Apple está “preparando” seus usuários para uma vida sem cabos são de que o iPhone já acompanha a tecnologia de carregamento wireless, seguidos pelo AirPods e ainda o cabo USB-C para Lightining com o iPhone 11 Pro.

Porém, a empresa enfrenta problemas com o carregamento sem fio. No momento, o iPhone atinge 7,5 watts ao passo que telefones concorrentes, como o Samsung Galaxy Note 10 Plus, contam com um carregamento sem fio muito mais rápido.

Outro impasse com a remoção dos fios é que a empresa precisará abordar como seus telefones serão sincronizados com sistemas como o Apple CarPlay ou fazer backup em um computador sem usar o Lightning. Alguns veículos da BMW e da Audi já suportam o CarPlay sem fio, mas atualizar um carro é mais difícil do que um telefone.

No entanto, não é a primeira vez que rumores parecidos circulam entre analistas e especialistas. Em 2018, outros boatos indicavam que a partir do iPhone X os modelos seriam lançados sem portas. Como vimos, isso não aconteceu e todos os celulares sucessores vieram com a entrada lightining.
Ainda, a Apple não seria a única fabricante a experimentar um telefone sem porta e outras empresas já apresentaram conceitos, como o Vivo Apex, divulgado no início do ano.

Via: CNet