EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Microsoft está creditando a Agência Nacional de Segurança dos EUA (NSA) pela ‘descoberta’ de uma falha crítica no Windows 10, que poderia “expor os usuários ao risco de vigilância ou vazamento sério de dados” (sim, isso mesmo que você leu).

No entanto, os detalhes da falha só serão divulgados após o lançamento de uma correção, o que será feito hoje (14). Segundo o site Krebs on Security o bug está relacionado a um componente do Windows chamado crypt32.dll, que lida com funções relacionadas a “certificados e criptografia”.

publicidade

De acordo com o especialista Brian Krebs, é a primeira vez que a NSA é creditada com a ‘descoberta’ de uma falha no Windows. Historicamente, a agência estuda software e hardware em busca de pontos fracos que possam facilitar a espionagem de governos (e civis) e entidades hostis aos EUA (além da vigilância massiva), e mantém estas falhas em segredo para ter vantagem competitiva.

Via: Krebs on Security