A Microsoft quer impedir que aplicativos potencialmente indesejados sejam baixados através do seu navegador Edge. Conhecidos como crapware ou adware, esses apps não necessariamente são malwares. Eles podem ser barras de ferramentas, anúncios, notificações ou ainda agrupar mineradores de criptografia.

Vale lembrar que o Edge já possui um filtro SmartScreen para se proteger contra phishings e malwares, mas esse recurso também pode bloquear downloads que contém esse código potencialmente indesejado, se o usuário optar por isso. O novo recurso está disponível na versão beta do navegador, o que sugere que pode ser lançado em breve na versão estável. A Microsoft não ativa a ferramenta por padrão, exigindo uma habilitação manual nas configurações de privacidade e serviços.

publicidade

Reprodução

Outros navegadores, como Chrome e Firefox, também oferecem proteções semelhantes, mas a Microsoft afirma que o recurso do Edge vai além do serviço de navegação segura do Google. A empresa já fornecia essa proteção para clientes corporativos através do Microsoft Defender Advanced Threat Protection.

Via: The Verge