EnglishPortugueseSpanish

Após descobrirem que o vírus causador da Covid-19 sofre mutações, em média, a cada 15 dias, pesquisadores agora identificaram pelo menos oito tipos de coronavírus, à medida que ele se propaga em todo o mundo.

A constatação de cientistas americanos foi feita por meio da análise de duas mil sequências genéticas do novo vírus, enviadas à plataforma NextStrain. O site, que reúne uma grande base de dados de sequenciamentos genéticos de vários vírus, mostra a mutação do coronavírus em tempo real.

publicidade

As várias linhagens do novo vírus permitem que os pesquisadores vejam aonde a transmissão comunitária é generalizada,o que pode informar se as medidas de isolamento foram eficazes naquela região.

“Temos a capacidade de fazer o seqüenciamento genômico quase em tempo real para ver quais tipos ou linhagens estão circulando”, afirma Charles Chiu, professor de medicina e doenças infecciosas da Escola de Medicina da Universidade da Califórnia, em San Francisco. Segundo ele, o banco de dados é essencial para fornecer informações sobre como o vírus está se movendo nos EUA.

Reprodução

A maioria dos casos da doença na costa oeste, por exemplo, está ligada a um tipo de vírus identificado pela primeira vez no estado de Washington, que fica a apenas três mutações da primeira espécie conhecida. Já na costa leste americana, o vírus parece ter vindo da China para a Europa e depois para Nova York e outros estados.

Vale ressaltar que os EUA é o primeiro país do mundo a superar os 100 mil casos de coronavírus. Até o momento foram confirmadas mais de 140 mil incidências, enquanto as mortes passam de 2,4 mil. 

Via: New York Post