EnglishPortugueseSpanish
publicidade

De acordo com um recente estudo, um exoplaneta observado por cientistas pode ter o formato de uma bola de futebol americano. Sua configuração inusitada se dá devido às poderosas forças gravitacionais que incidem sobre ele.

Estudiosos americanos apontam que o planeta, conhecido como KOI 1843.03, orbita uma estrela anã vermelha com pouco menos da metade da massa do nosso Sol. Pesquisas anteriores descobriram que o exoplaneta, que está localizado a 395 anos-luz da Terra, possui cerca de 44% da massa e 60% do diâmetro no nosso planeta.

publicidade

Para entender os efeitos que uma órbita tão forte tem sobre um planeta, os pesquisadores realizaram simulações em 3D. Com isso, eles descobriram que o KOI 1843.03 é “significativamente alongado” na ponta que está direcionada para a estrela que orbita.

Alta concentração de ferro

De acordo com Leslie Rogers, astrofísica da Universidade de Chicago e principal autora da nova pesquisa, o exoplaneta deve ser composto principalmente de ferro para evitar ser despedaçado pelas forças gravitacionais aplicadas a ele.

Estimativas apontam que 66% do planeta é de ferro – algo próximo de Mercúrio, que possui concentração do elemento de até 70%. “O KOI 1834.03 é um dos exoplanetas com mais ferro descoberto até hoje”, disse Rogers.

Com essa descoberta, cientistas passam a observar como outros exoplanetas com alta composição de ferro podem se comportar em momentos de alta incidência de forças gravitacionais oriundas de estrelas que orbitam.

publicidade

Via: Space