EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Apple anunciou na terça-feira (26), que vai reabrir cerca de 100 de suas lojas físicas nos Estados Unidos até o fim desta semana. Para segurança e conveniência dos clientes, a maioria das unidades oferecerá apenas o serviço de retirada de produtos em picapes na calçada.

Considerando que outras 30 já voltaram a funcionar desde o início do mês, no Alasca, Idaho e Alabama, a decisão significa a reabertura de aproximadamente metade de todas as lojas da empresa no país.

publicidade

Com os cuidados que a pandemia do novo coronavírus exige, nas lojas com serviço de atendimento, clientes e funcionários terão de usar máscaras e serão submetidos a verificações de temperatura antes de entrar. As regras de distanciamento social também vão limitar o número de pessoas dentro das lojas.

Reprodução

Loja da Apple na Catalunha, Espanha/Foto: iStock

“Ao longo do dia, realizamos limpezas profundas especialmente em todas as superfícies, produtos de exibição e áreas de tráfego intenso”, escreveu Deirdre O’Brien, chefe de varejo da Apple, em uma carta aos clientes.

publicidade

A empresa começou a fechar suas lojas na China em janeiro e as reabriu em meados de março. Dias depois, encerrou todas as lojas fora da China continental, enquanto o vírus se movia pelo mundo. Na metade de abril, reabriu as unidades fora da região da Grande China, começando na Coreia do Sul e continuando pela Europa, Ásia e Estados Unidos.

Via: Reuters