EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Com o avanço do novo coronavírus, o uso das máscaras se tornou obrigatório em grande parte do mundo. No entanto, ele ainda gera certa resistência das pessoas, principalmente pela dificuldade em respirar com o acessório. Agora, a criação da startup suíça HMCare pode tornar mais fácil o uso de máscaras. Ela desenvolveu uma máscara transparente e respirável, além de ecologicamente correta.

A empresa já levantou cerca de R$ 545 milhões para a produção e comercialização da novidade. A HelloMask é fabricada usando fibras transparentes de biomassa separadas por 100 nanometros e, em seguida, juntadas em três camadas flexíveis e respiráveis.

publicidade

Os criadores do produto se incomodaram com o fato de parentes e pacientes com ebola, durante o surto de 2015, precisarem “fazer uma conexão humana com dois terços do rosto coberto”. Depois disso, Thierry Pelet, CEO da empresa, desenvolveu um protótipo em material transparente, atendendo rigorosamente às regras de um ambiente médico. A máscara permite a passagem de ar, mas não de vírus ou bactérias.

As máscaras ecologicamente corretas podem ser lançadas no início de 2021, mas devem ser restritas inicialmente para a comunidade médica. Apesar disso, existe a possibilidade de o produto ser comercializado para todos.

Via: TechCrunch

publicidade