O próximo lançamento de satélites Starlink, marcado para o dia 23 de junho às 18h58 (horário de Brasília) poderá significar um recorde para a SpaceX. Se tudo ocorrer como programado, será o terceiro lançamento com satélites da constelação só este mês.

Em 4 de junho, a empresa enviou ao espaço 60 satélites, e mais 58 no último sábado (13), além de três para observação terrestre da PlanetLabs. Neste próximo lançamento, serão 60 satélites Starlink e dois de observação terrestre da BlackSky Global, startup que oferece imagens de satélite como serviço.

publicidade

Além destas missões, a SpaceX está se preparando para lançar um satélite GPS para as forças armadas dos EUA no próximo dia 30, fato que pode render o título de primeira empresa a realizar quatro lançamentos orbitais em um mês. 

Entretanto, mesmo com essa agilidade, o objetivo de Elon Musk, CEO da empresa, parece ir além: pousar um foguete, reabastecê-lo, acoplar uma nova carga e lançá-lo novamente em 24 horas. Atualmente, o menor tempo entre o pouso e um novo voo do mesmo foguete foi de 62 dias.

Fonte: Inverse