Uma dúvida que grande parte dos clientes de bancos digitais tem é sobre o serviço de saque. Cada fintech, individualmente, monta as suas regras e define as cobranças da operação. No caso do Nubank, é possível realizar saques pelo débito e crédito com alguns custos adicionais.

No cartão de débito, com o dinheiro disponível na NuConta, os clientes podem retirar o valor desejado, pagando uma taxa de R$ 6,50 por cada operação.

publicidade

A Nubank afirma que a taxa de saque se refere aos repasses que ela precisa fazer para custear o serviço junto às empresas que operam os caixas eletrônicos em todo o Brasil e no mundo. Ela é valida apenas para saques com cartão de débito.

Já para os que desejam realizar o saque do limite do cartão de crédito, nada de taxa, mas, como a transação se configura como empréstimo, o cliente paga juros mensal de 9,75%.

Como fazer o saque

Para o procedimento de retirada de dinheiro, os clientes não precisam fazer nenhuma ativação via aplicativo, basta se dirigir a uma máquina de autoatendimento e executar os seguintes passos:

  • Insira o cartão em um caixa eletrônico das redes 24 horas ou Saque e Pague. (É possível usar o Google Maps para localizar o mais próximo);
  • Caso solicitado, selecione o idioma que deseja realizar a operação;
  • Escolha a função em que deseja realizar o saque. Se você quer retirar o saldo da Nuconta, selecione a opção de débito; caso queira sacar do limite de crédito, escolha a opção Crédito;
  • Após isso, o caixa vai pedir suas informações pessoais, como a senha do cartão. Digite-a e espera a confirmação.
  • O valor solicitado, acrescido das taxas, deve ser mostrado na tela da máquina. Caso esteja tudo certo, confirme a transação e retire o dinheiro solicitado.

Segundo o Nubank, por questões de segurança, o limite para saque é de R$ 2.000 por dia. Esse teto pode ser dividido em várias operações ou em uma única. Toda vez que o serviço for realizado, a cobrança de R$ 6,50 será feita.

“Com o tempo, a gente vai ajustar e rever esses limites para tornar a experiência do Débito Nubank e saque com Débito cada vez melhores”, afirma a fintech.

Taxa de conveniência

Além do encargo de saque, que é de R$ 6,50, o Nubank informa que alguns caixas eletrônicos podem cobrar uma taxa de conveniência pelo uso da máquina, que varia conforme a rede que administra.

Sempre que esse valor for cobrado, o cliente será comunicado na tela do dispositivo antes de terminar a operação.

“O Nubank não lucra nada com os saques – e achamos importante ser transparente e explicar os motivos dessa cobrança. Afinal, não acreditamos em repassar taxas escondidas”, informa a startup.

ReproduçãoNubank é uma fintech brasileira que se tornou unicórnio por valer mais de 1 bilhão de dólares. Foto: Divulgação

Retiradas no exterior

Clientes Nubank também podem realizar o procedimento de saque quando estiverem no exterior. Para isso, é preciso se dirigir a uma máquina da rede Cirrus e fazer a retirada em moeda local.

Diferente de outras financeiras, o Nubank converte o valor da compra para reais no dia da operação. Desta forma, o cliente não sofre com a variação cambial e sabe exatamente quanto vai custar aquela compra ou saque. “Assim que realiza a transação, o cliente vê no próprio aplicativo do Nubank uma projeção do valor final da compra em reais”, explica a empresa.

Além disso, as operações internacionais são acrescidos da taxa de conversão de câmbio -spread-, que é de 4% sobre a cotação do dólar, além do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que é aplicado sobre o valor da compra já em reais.

Da mesma forma que no Brasil, em outros países as administradoras de caixas eletrônicos podem cobrar pela transação. Caso isso aconteça, quatro encargos poderão ser pagos: taxa de saque, taxa spread, IOF e taxa de conveniência, caso esta seja solicitada pela máquina.

Nubank aumenta o limite para saque do cartão de crédito

Nesta quinta-feira (1º), o Nubank anunciou que vai aumentar o limite de saque pela função de crédito de todos os clientes. A partir de 15 de novembro, o teto que era de 5% do limite disponível, agora passa a ser de 15% desse total.

“No Nubank, estamos sempre em busca de oportunidades para melhorar a experiência dos nossos clientes. No momento, estamos estudando o interesse dos clientes em um aumento no valor disponibilizado para a realização de saques por meio do cartão de crédito. Por ser uma forma de empréstimo, a mudança está atrelada a uma cobrança de juros entre a data do saque e a data de fechamento da fatura. O teste, realizado com uma pequena base de usuários, não significa que as ideias pesquisadas serão efetivamente disponibilizadas aos nossos consumidores,” disse a empresa em um comunicado.

O Nubank também ressalta que a retirada pelo cartão de crédito é considerada um empréstimo, portanto, tem juros mensal de 9,75%. No fechamento da fatura, esse valor é calculado de acordo com o que foi sacado e a quantidade de dias que se passaram, desde o saque até o vencimento.

A fintech recomenda que os clientes só utilizem essa função em casos que são realmente necessários.