EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Sony vem aumentando o grau de divulgação do PlayStation 5. No blog oficial da marca, a empresa japonesa divulgou um novo vídeo onde desmonta um modelo do PS5, detalhando seus componentes internos e mostrando curiosidades de sua arquitetura.

Segundo a publicação, o PlayStation 5 traz um “design eficiente”, onde “não há itens desnecessários”, valorizando a integração de toda a arquitetura: “Nossa equipe valoriza uma ‘arquitetura bem projetada’ e bem pensada”, diz o texto assinado por Masayasu Ito, vice-presidente executivo de engenharia e integração de hardware do PS5. “Quando você desmonta o sistema e encontra uma estrutura interna que parece limpa e arrumada, isso significa que não há componentes desnecessários e o design é eficiente”.

publicidade

O vídeo nos dá a visão mais compreensiva até hoje da parte interna do PlayStation 5: desmontado pelo chefe de design industrial da Sony para o console, Yasuhiro Ootori, vemos logo de início como os painéis brancos são facilmente removíveis ao deslizarmos ambos, revelando a unidade de resfriamento do aparelho. Ela se conecta à parte traseira do console, que segundo o executivo foi desenhada com o único propósito de dissipar o calor gerado pelo seu funcionamento. Nas laterais, também vemos dois filtros de partículas que podem ser limpos com um simples jato de ar pressurizado.

publicidade

Ao remover os painéis laterais, também nota-se uma entrada por onde é possível acoplar um disco para expansão de armazenamento (SSD externo), algo que a Sony já havia anunciado desde o início da divulgação do console – você poderá comprar seus próprios discos desde que sejam compatíveis com o formato PCIe 4.0.

O vídeo também mostra a facilidade de remover e reinstalar partes essenciais: a entrada para mídia física (no caso da versão com suporte a discos de Blu-ray), memória, o SSD, a unidade de energia de 350 watts e até mesmo o processador são relativamente fáceis de acessar e manusear.

Reprodução

O PlayStation 5: Sony diz que traz design inteligente e arquitetura otimizada para a integração de componentes. Imagem: Sony/Divulgação

Voltando à unidade de resfriamento, ela é constituída de uma ventoinha de 120 milímetros de diâmetro por 45 milímetros de espessura, com saídas de ar por dois lados. Também há um espaço dedicado à dissipação de calor e um sistema de refrigeração líquida que, diz a Sony, demorou dois anos entre conceitualização e aplicação de testes para garantir que esta fosse uma solução de longo prazo. Ela também parece compensar parte do trabalho da ventoinha, o que deve contribuir para a redução do barulho do aparelho – algo que os primeiros testes do aparelho por especialistas parecem corroborar.

O PlayStation 5 será lançado nos Estados Unidos no dia 12 de novembro, chegando ao Brasil uma semana depois, no dia 19. Por aqui, ele será vendido por R$ 4.599 (versão All Digital) e R$ 4.999 (versão com suporte à mídia física).