EnglishPortugueseSpanish

A Virgin Galactic começou a sua preparação para seu primeiro voo espacial, que vai partir do Spaceport America, no Novo México. A empresa confirmou que a janela de lançamento para a última rodada de testes da SpaceShipTwo vai ser aberta em 22 de outubro. Com isso, a partir desta data, a espaçonave pode ser lançada a qualquer momento.

Os preparativos da empresa incluem o treinamento dos pilotos em simuladores terrestre e com a aeronave VMS Eve. Produzida para levar a SpaceShipTwo para os céus, sua estrutura e seus controles são bastante semelhantes com os da própria nave, que também vai ser testada no solo, além de passar por uma série de verificações pré-voo.

publicidade

Esta não será a primeira vez que a SpaceShipTwo decola. Ela já passou por dois testes. Em 2019, Beth Moses, instrutora chefe de astronautas da empresa, acompanhou dois pilotos em um voo suborbital. Este próximo teste, porém, será o primeiro lançamento feito da sua sede, no Spaceport America.

ReproduçãoVirgin Galactic inicia preparação para seu próximo voo. Foto: Eugene Berman/Shutterstock

A Virgin Galactic planeja levar turistas ao espaço com sua nave. O Southwest Research Institute anunciou que Alan Stern, um de seus cientistas planetários, será passageiro em um dos futuros voos da empresa. Ele vai conduzir um experimento científico financiado pela Nasa. Stern vai operar uma câmera de baixo nível de luz para determinar o quão bem as observações astronômicas podem ser conduzidas do espaço.

Além disso, o pesquisador vai estar equipado com instrumentos de monitoramento de sinais vitais. Segundo o Stern, esta é “a primeira seleção de um pesquisador do setor privado para voar com financiamento da Nasa em veículos comerciais” e pode levar a mais experimentos conduzidos no espaço por pesquisadores.

publicidade

Empresa vai tentar novo lançamento de foguete em dezembro

Este não é o único lançamento previsto pela empresa. A Virgin Orbit quer deixar para trás o fracasso da sua primeira tentativa de lançamento do foguete LauncherOne. A equipe de voos espaciais da empresa anunciou que fará um novo lançamento a partir de um avião em dezembro.

A empresa usa um Boeing 747 modificado – chamado “Cosmic Girl” – para lançar seus foguetes. Na primeira tentativa, em maio passado, uma falha em uma linha de combustível de alta pressão do motor causou o desligamento do foguete logo após o lançamento. Porém, os testes da segunda tentativa já estão quase no fim e o LauncherOne utilizará um motor modificado.

Via: Engadget