O Mercado Livre tem uma nova estratégia para ajudar a reduzir os prazos de envio de suas entregas no país: a Meli Air, sua frota própria de quatro aviões que serão operados por diferentes companhias aéreas. 

A novidade também vai ajudar a aumentar a capacidade de entregas para o dia seguinte nas compras de produtos armazenados em seus centros de distribuição de São Paulo – em Cajamar e Louveira – e da Bahia, em Lauro de Freitas, que começou a operar em julho deste ano.

publicidade

“Queremos ter a melhor logística do Brasil e aumentar o número de entregas no dia seguinte. A ampliação consistente e robusta da nossa malha logística é decisiva para a manutenção da excelência do atendimento e satisfação do consumidor final – tanto vendedores quanto compradores da nossa plataforma”, afirmou Leandro Bassoi, vice-presidente de Mercado Envios, braço logístico da gigante da tecnologia. 

Reprodução

Mercado Livre quer aumentar o número de entregas para o dia seguinte com sua frota própria de aviões. Imagem: Mercado Livre/Divulgação

A Meli Air faz parte de um grande plano de investimento do Mercado Livre no Brasil em 2020, que totaliza R$ 4 bilhões. Os investimentos ainda envolvem a instalação de novos centros de distribuição e cross-dockings, e o desenvolvimento de novas ferramentas para reduzir o tempo e o custo de entrega do marketplace. Em 2021, esse montante deve ser ainda maior. 

Até então, pouco mais de 50% do que era vendido pelo Mercado Livre era entregue com logística própria. 

Via: Exame