EnglishPortugueseSpanish

A Sony revelou nesta segunda-feira (9) que está disposta a concorrer no mercado de drones voltados ao consumidor, competindo com DJI, Parrot e Skydio. Isso porque a empresa anunciou o Airpeak, um projeto de drones que vai “apoiar a criatividade dos criadores de vídeos, visando contribuir para o desenvolvimento da indústria do entretenimento, bem como para melhorar a eficiência e economia em várias indústrias”.

Em um comunicado à imprensa, a fabricante ainda promete, com o novo projeto, permitir o uso de drones com o mais alto nível de segurança e confiabilidade em ambientes onde isso não era possível.

publicidade

Sem revelar mais detalhes, a Sony apenas adiantou que pretende, em breve, começar a buscar os parceiros que possam colaborar com o projeto. O plano da empresa é de lançar o Airpeak na primavera de 2021, que no hemisfério norte vai de março até junho.

Reprodução

Sony ingressa no mercado de drones para o consumidor final. Imagem: fotoinfot/Shutterstock

Novo drone popular da DJI

Enquanto isso, uma de suas principais concorrentes neste segmento, a DJI, anunciou na semana passada o Mavic Mini 2, versão dobrável aprimorada de seu “drone popular”.

publicidade

Pesando apenas 249 gramas, ele conta com algumas melhorias significativas que o transformam em um dispositivo bastante interessante. A primeira alteração diz respeito à maneira com que o novo modelo capta sinais. Agora, o aparelho conta com tecnologia OcuSync 2.0, que promete trazer melhorias de transmissão sem fio.

Além disso, o tempo de voo total do drone com a bateria carregada é de 31 minutos. Na parte de câmera, que é integrada ao corpo do Mavic Mini 2, há um sensor de 12 MP que oferece captura de imagens 4K e com 30 fps.


Via: Engadget