EnglishPortugueseSpanish

Corridas de arrancada são muito comuns quando empresas querem demonstrar a potência de seus novos veículos. Geralmente, essas disputas são feitas entre duas máquinas similares. Mas o que acontece quando você coloca um carro contra uma motocicleta? A ThEVox Network decidiu testar a potência norte-americana da Harley-Davidson contra a engenharia europeia da Porsche.

Em uma competição de arrancada de 400 metros, realizada em uma pista de aeroporto, a moto Harley-Davidson LiveWire encarou um Porsche Taycan Turbo. Ambos os veículos são elétricos e foram lançados no fim do ano passado, mas suas especificações são muito diferentes.

publicidade

Reprodução

Disputa aconteceu em uma pista de aeroporto. Imagem: ThEVox Network/Reprodução

O Porsche Taycan produz impressionantes 500 kW (ou 671 cavalos) com seu sistema de 800 V, gerando até 850 Newton-metro (Nm) de torque. Entretanto, o Taycan é um veículo pesado, principalmente se compararmos seus 2.380 kg com os apenas 239 kg da LiveWire. Embora tenha a vantagem de ser mais leve, a potência da moto elétrica nem se compara à do Porsche: são somente 78 kW (105 cavalos) de potência, e apenas 116 Nm de torque.

Então vem a grande pergunta: será que o tamanho menor da Harley-Davidson LiveWire consegue superar a potência do Porsche Taycan Turbo em uma corrida de arrancada? Assista:

Como você pode ver no vídeo, o Taycan cruzou a linha de chegada pouco mais de um segundo antes da LiveWire. A moto até parece tomar a liderança no início da corrida, mas a potência de seu adversário acaba levando a melhor na disputa.

Mas sejamos justos: este não é um confronto balanceado. A moto da Harley-Davidson tem velocidade máxima de 177 km/h, limitada eletronicamente, enquanto o Porsche chega até um máximo de 260 km/h.

Reprodução

Porsche Taycan venceu a corrida por pouco mais de um segundo. Imagem: ThEVox Network/Reprodução

Em outras corridas similares, já ficou claro que a LiveWire atinge sua velocidade máxima durante o percurso, portanto, para de acelerar no meio da pista, mantendo-se na mesma velocidade até o fim. Além disso, o Taycan recebeu um impulso de aceleração no fim do primeiro trimestre deste ano, tornando o carro esportivo elétrico mais rápido do que nunca.

Mesmo que os dois veículos elétricos estejam em classes totalmente diferentes, ainda é incrível vê-los competindo entre si, mostrando também que corridas elétricas podem sim ser empolgantes – e bastante silenciosas.

Via: Electrek