EnglishPortugueseSpanish

Apple é acusada de ter enganado seus consumidores em relação à resistência contra água em vários modelos do iPhone. O órgão governamental que supervisiona ações antitruste na Itália estabeleceu uma multa de US$ 12 milhões para a empresa por conta disso.

Segundo as autoridades, em materiais publicitários relacionados aos modelos ‌iPhone‌ 8; ‌iPhone‌ 8 Plus; iPhone XR; iPhone XS; ‌iPhone XS‌ Max; iPhone 11; ‌iPhone 11‌ Pro e iPhone 11 Pro Max; a Apple afirmou que eles seriam capazes de suportar entre um e quatro metros de mergulho na água, por até 30 minutos, dependendo do aparelho.

publicidade

Reprodução

Modelos como os iPhones 11 e XR (foto) são alvo de ação de multa imposta à Apple pelo governo italiano. Foto: Daria Photostock/ Shutterstock

O problema é que a Apple não informou que as medidas acima, embora reais, são atingíveis apenas em condições muito específicas, recriadas em laboratório e com volume de água totalmente sem movimento. Em outras palavras, fora da realidade cotidiana. Se você deixasse seu iPhone 8 cair na piscina, por exemplo, é provável que ele não suportasse o mesmo tempo submerso.

O governo italiano também citou os termos de garantia da Apple, que não cobrem danos causados por líquidos. Pelo entendimento dos legisladores, a empresa foi irresponsável ao veicular uma peça publicitária tão intensa em cima de um recurso que não é coberto pela garantia adquirida pelo consumidor no ato da compra.

publicidade

A Apple não comentou o assunto, então não é possível saber se ela vai pagar ou recorrer da multa. Entretanto, este não é o primeiro desentendimento da empresa com os italianos. Em 2018, o mesmo órgão multou a companhia liderada por Tim Cook em US$ 11,5 milhões por “obsolência programada”, acusando a Apple de propositalmente deixar de oferecer suporte a smartphones mais antigos após investigar relatos de mau funcionamento das baterias.

Fonte: Macrumors